Vovó enfrenta nevasca e cai do 4º andar para acender um cigarro

A nevasca não impediu a vovó de fumar

A nevasca não impediu a vovó de fumar

Sergey Krasnouhov/Sputnik
Mulher foi derrubada por vento e resgatada por escavadeira.

Fumar pode ser duas vezes mais perigoso para a saúde durante uma nevasca na Rússia. Quando uma enorme tempestade de gelo envolve toda a sua cidade, é hora de parar de fumar ou obter sua dose de nicotina em um lugar fechado. Mas uma vovó russa em particular não estava disposta a fazer essas concessões.

A mulher de 65 anos, moradora de Chakhtersk (em Sakhalin, 9.500 km a leste de Moscou), foi para sua varanda fumar, apesar de uma violenta nevasca. Não se sabe se ela teve tempo de acender o cigarro antes que um vento feroz a derrubasse, causando uma queda de quatro andares.

Ela caiu em cima de um banco de neve que cercava o prédio. Uma ambulância foi chamada, mas o veículo não conseguiu rodar pelas ruas cheias de neve. Felizmente, um operário viu a queda e se ofereceu para resgatar a vovó… oferecendo uma carona na pá de sua escavadeira, segundo informou a imprensa local.

Sem outra opção, a destemida mulher aceitou a oferta e foi levada para o hospital de um modo pouco convencional. Não há fotos para confirmar o acidente (aparentemente, a nevasca era muito forte para permitir o foco das câmeras), mas se você precisa de 100% de certeza, há relatos de um homem que caiu do 9º andar, se esqueceu da queda e continuou bebendo.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies