Aprenda russo de um jeito divertido com estas vídeoaulas soviéticas

Russia Beyond (Getty images; Sovetskoe Televidenie. Gosteleradiofond)
Cursos para televisão ajudam não só a melhorar o russo, mas também a ter uma ideia visual das antigas repúblicas soviéticas e descobrir os avanços científicos siberianos.

“Queridos amigos, hoje estamos iniciando um curso televisivo de língua russa e os convidamos a viajar pela União Soviética.” É com essas palavras que se inicia uma série de videoaulas desenvolvidas especialmente para alunos estrangeiros. As primeiras foram produzidas no final dos anos 1970, em dezenas de vídeos com 15 a 20 minutos de duração. Agora, a maioria delas agora está disponível gratuitamente no YouTube.

“Mi govorím po-rússki”

O sistema de ensino de russo como língua estrangeira foi centralizado em meados da década de 1970, quando o Instituto Aleksandr Púchkin de Língua Russa foi estabelecido. Ali, futuros professores estudavam e realizavam trabalhos científicos.

Então, os linguistas soviéticos publicavam livros didáticos e materiais úteis para quem queria aprender o russo. Os livros didáticos eram acompanhados de materiais de áudio e vídeo e até mesmo animações que tratavam das situações mais simples do cotidiano.

Em 1977, existia um curso de televisão chamado “Mi govorím po-rússki” (“Nós falamos russo”), que ensinava frases básicas do russo. Cada episódio tratava de um tema: viagens, almoço no restaurante, diálogos sobre o trabalho, hobbies etc.

No primeiro episódio, um jovem chamado Dima conhece Olia e seu cachorro em um parque. Dima tenta adivinhar onde Olia estuda e vive e, depois, eles saem para dar um passeio. Mais tarde, no primeiro encontro, ocorre um verdadeiro romance ao estilo soviético. No final, o vídeo mostra como apresentar amigos à família russa.

O episódio seguinte é sobre como se virar para achar um endereço. A situação é engraçada: o personagem vai de Moscou a Kiev e tenta encontrar uma determinada mulher. Mas, infelizmente, ele troca o endereço e, em vez da rua Púchkin, vai primeiro para a rua Tchékhov, depois para a rua Tolstói, e depois ainda para a rua Gógol. Em 18 minutos, o aluno aprenderá frases para ajudá-lo a não se perder na cidade grande e... também conhecerá a magnífica arquitetura de Kiev.

Outro episódio retrata uma situação comum na atualidade, mas que era rara na época soviética - um almoço fora, que poderia ocorrer em feriados ou ocasiões festivas. O garçom oferece peixes, mingau e panquecas para as crianças, mas elas só querem comer sorvete, doces e tomar limonada. Além dos nomes dos pratos russos, você aprenderá as frases “ne khotchú” (“não quero”), “ne búdu” (“não vou”) e “ôtchen vkúsno” (“muito gostoso”).

Viajando pela União Soviética

Em meados da década de 1980, surgiu outro curso de vídeo, que se chamava “Davaite poznakomimsia” (“Vamos nos conhecer”). O nível era mais avançado e os enredos mais interessantes. Além disso, com essas aulas era possível conhecer as principais cidades e pontos turísticos da União Soviética.

No episódio abaixo, por exemplo, uma família viaja de carro para Tallinn (atual capital da Estônia). A mãe e os filhos andam pela cidade, tirando fotos por toda parte, enquanto o pai, Borís, está sempre esperando por eles no carro e ouvindo música clássica com fones de ouvido. Todo mundo se perde o tempo todo e se pergunta onde estão os outros. E o final é simplesmente brilhante! Sem “spoilers”!

O episódio sobre Akademgorodok (uma cidade de cientistas na Sibéria) mostra não só o inverno siberiano, mas também mulheres cientistas dirigindo sem medo pela floresta coberta de neve. A lição discorre sobre a domesticação das raposas, uma verdadeira descoberta dos biólogos soviéticos.

Outro episódio trata de uma equipe que vai fazer um filme sobre bandas de música folclórica russa nas cidades do chamado “Anel de Ouro”. As personagens também discutem a beleza das cidades antigas e o clima.

Um dos episódios posteriores é sobre uma viagem a Samarcanda (Uzbequistão). Vera, proveniente de Leningrado, ajuda estudantes estrangeiros a aprender as frases mais necessárias em uma excursão, enquanto visita a antiga cidade.

Desenhos animados educacionais

Estes vídeos mostram várias situações de fala e são interessantes tanto para crianças, quanto para adultos.

Em um desenho, Nick ensina como se apresentar com a ajuda de seu papagaio, Jacko, e decide fazer uma viagem para a União Soviética. É claro que esta animação tem alguns estereótipos, como as belas russas, com suas longas tranças, kokochniks e rodeadas de samovares!

Outro desenho explica como chamar um médico em casa e como falar com ele em russo. O protagonista acorda com febre em um hotel e percebe que está doente. O médico (uma bela jovem de longos cílios) prescreve o remédio e, poucos dias depois, o convida para a clínica.

Quando Nick melhora, ele decide continuar seu contato com a União Soviética e passa o dia inteiro em excursões: em um museu, em um estádio, no zoológico.

LEIA TAMBÉM: 10 palavras que definem a Rússia

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies