Rússia e Venezuela terão voos diretos pela primeira vez na história

Domínio público
Os voos poderão ser usados não só para fins turísticos, mas para transportar mercadorias.

A partir de maio, pela primeira vez na história, será possível viajar sem escalas entre a Rússia e a Venezuela, que estabeleceram um trajeto aéreo regular entre suas capitais. O primeiro voo de passageiros da companhia aérea Conviasa chegou a Caracas, proveniente de Moscou, em 3 de maio.

"Cumprindo todos os protocolos de biossegurança, o primeiro voo da Conviasa Caracas-Moscou chegou à República Bolivariana da Venezuela com 90 [representantes] de operadoras turísticas russas”, escreveu o ministro do Poder Popular para o Turismo e Comércio Exterior da Venezuela, Alí Padrón.Segundo ele, o voo também contou com a presença de empresários e jornalistas.

Os voos Moscou-Caracas ocorrerão duas vezes por semana, com duração de cerca de 11 horas. De acordo com Alí Padrón, os voos da Conviasa também serão utilizados para fins comerciais, ou seja, será possível transportar até 40 toneladas de mercadorias entre os dois países no trajeto, segundo a agência de notícias russa Ria-Nôvosti.

LEIA TAMBÉM: Cuba espera grande aumento de turistas russos

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies