Cuba espera grande aumento de turistas russos

Alla Art/Unsplash
Desde 1º de abril, Rússia passa a operar sete voos semanais entre Moscou e Varadero, na ilha. Fluxo de turistas russos em Cuba praticamente triplicará, segundo analistas.

O fluxo turístico da Rússia para Cuba pode crescer 250%, segundo o jornal russo Izvéstia. Com trecho entre os países sendo feito via aérea sete vezes por semana, especialistas acreditam que turistas darão preferência à ilha em busca de destinos mais quentes — em detrimento dos Emirados Árabes Unidos e Maldivas, mais caros.

Em 25 de março, a equipe operacional para a prevenção da entrada e disseminação do coronavírus na Rússia anunciou o aumento no número de voos regulares para Cuba a partir de 1º de abril. Assim, as companhias aéreas poderão realizar até sete voos semanais para Varadero, destino muito popular entre os russos.

“É uma excelente notícia. Acreditamos que o fluxo turístico para Cuba possa crescer 250%, dependendo da capacidade dos aviões. Estamos vendo um grande interesse por parte das companhias aéreas. Do ponto de vista econômico, é uma grande vitória", disse ao jornal Izvéstia o assessor de turismo da Embaixada de Cuba na Rússia, Juan Carlos Escalona Pellicer.

“Tenho certeza que os aviões estarão lotados, pois Cuba é um país interessante para muitos russos”, disse o diplomata cubano.

A previsão da Embaixada de Cuba é confirmada pelos operadores turísticos. Segundo a empresa Intourist, cerca de 6 mil turistas russos poderão visitar a ilha semanalmente, ou seja, 275% a mais que antes da abertura dos voos.

“Anteriormente, os aviões voavam apenas para o aeroporto da pequena ilha Cayo-Coco. Esses voos estavam em constante demanda. Os aviões para Varadero ficarão lotados porque não há alternativa para Cuba na região: a República Dominicana está fechada e não há comunicação com o México”, disse o representante da Intourist.

Segundo ele, Cuba não deve atrair os turistas russos que costumam viajar para a Turquia ou destinos domésticos russos, já que são categorias de preços diferentes e passar férias na ilha não sai tão barato quanto as alternativas anteriores aos russos.

“No entanto, os russos que costumam passar férias nos Emirados Árabes Unidos ou nas Maldivas podem se interessar por essa oportunidade, sem dúvida. A demanda por esses destinos excede muito a oferta", disse.

Hoje, uma viagem turística de uma semana saindo da Rússia para Cuba para duas pessoas em hotel do tipo "tudo incluso" custa cerca de US$ 2.700. Uma viagem semelhante para as Maldivas custa US$ 5.700 e para os Emirados Árabes Unidos, US$ 5.300.

LEIA TAMBÉM: Os locais mais RADICAIS da Rússia para uma selfie

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies