Brasil continua a ser o segundo maior fornecedor de carne à Rússia

Andreas Franke/Global Look Press
Embora o volume de importações esteja caindo, países da América Latina ainda fornecem 57,2% de toda a carne importada pela Rússia.

Em 2020, a Rússia importou 570,1 mil toneladas de carnes e derivados, ou seja, 18,8% menos do que em 2019, segundo a agência de informação e análise "IMIT".

Os subprodutos de carne bovina e bovina representam 57,9% do total das importações, as carne de aves, 40% e carne de porco, 2,1%.

A Bielorrússia, o Brasil e o Paraguai continuam a ser os principais fornecedores de carne à Rússia. 

Cerca de 40,9% de toda carne importada pela Rússia é proveniente da Bielorrússia,  24,7%, do Brasil e 14,1%, do Paraguai. 

LEIA TAMBÉM: Como a Rússia se tornou líder mundial na exportação de trigo

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies