Orçamento de Moscou perderá US$ 6,2 bilhões devido à pandemia

Reuters
Segundo economistas, a crise financeira provocada pela covid-19 está apenas começando.

Nos primeiros quatro meses de 2020, devido à pandemia do coronavírus e às medidas restritivas, as receitas do orçamento da capital russa caíram 7,6%, em vez do esperado crescimento de 8%, segundo o vice-prefeito de Moscou, Vladímir Efimov.  

Em números absolutos, o orçamento de Moscou já perdeu US$ 1,9 bilhão. Até o final do ano, o orçamento da capital será terá perdido US$ 6,2 bilhões, disse Efimov ao jornal econômico independente russo RBC. Segundo ele, a maior parte das perdas se deve à isenção de impostos. Assim, o défict é, parcialmente, uma "decisão consciente".

O vice-prefeito afirmou ainda que a crise financeira está apenas começando. "Ainda não sabemos quando as restrições serão levantadas, é muito difícil prever o futuro", completou.

LEIA TAMBÉM: 44% dos russos começaram a cortar compras habituais para economizar

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies