Quem são os principais investidores estrangeiros na economia russa?

Legion Media
Participação estrangeira na economia do país continua a crescer, apesar de sanções financeiras.

Mesmo com as tensões diplomáticas e diversas restrições financeiras, as empresas dos Estados Unidos continuam a ser os maiores investidores estrangeiros na economia russa, segundo a última pesquisa da empresa da auditoria EY (o novo nome da Ernst & Young).

Em 2018, as empresas norte-americanas investiram em projetos na Rússia duas vezes mais do que os investidores da Europa e cinco vezes mais do que os asiáticos.

Em média, cada empresa norte-americana investiu cerca de US$ 224 milhões em projetos russos, enquanto os investimentos das empresas europeias e asiáticas foram cerca de US$ 90 milhões e US$ 40 milhões, respectivamente, segundo o jornal econômico russo RBC.

O estudo da EY foi encomendado pelo Conselho Consultivo de Investimentos Estrangeiros, que ajuda o governo russo a melhorar o clima de investimentos. A EY estudou os indicadores financeiros de 95 empresas estrangeiras que operam na Rússia. Entre elas, estão Unilever, Nestlé, Shell, Mars, PepsiCo, Novartis e Kinross Gold.

Os entrevistados estão no mercado russo há 28 anos, em média. Seis dessas empresas, porém, já estão no mercado russo desde o início do século 20.

LEIA TAMBÉM: Como a Rússia reduziu sua dívida a zero?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies