Seis empresas russas recebem status de ‘mais respeitadas’ pela Forbes

Evgeny Odinokov/Sputnik
Por incrível que pareça, gigantes energéticos Rosneft e Gazprom não figuram na lista.

A revista “Forbes” divulgou recentemente os resultados da terceira lista anual com as “melhores empresas do mundo”, r seis nomes russos aparecem entre as 250 principais.

Neste ano, a revista fechou parceria com o Statista, portal on-line de estatística alemão que entrevistou 15.000 pessoas de mais de 50 países e classificou empresas com base em confiabilidade, conduta social, força de serviços e atuação como empregadores.

Liderada pela Visa, sediada em São Francisco, pela italiana Ferrari e pela indiana Infosys, a classificação inclui empresas russas de diferentes setores da economia do país.

1. United Aircraft Corporation

#101

Fundada em 2006, a United Aircraft Corporation (UAC) é a empresa estatal aeroespacial e de defesa da Rússia e um dos maiores players do mercado global de aviação. Reúne mais de 30 ativos e fabricantes de aeronaves, tanto privados como estatais, envolvidos no desenvolvimento, construção e venda de aeronaves militares, civis, de transporte e não tripuladas. Entre outros pontos fortes, a empresa detém os direitos de famílias de aeronaves famosas como Sukhôi, MiG, IL, Tu, Iak e Beriev, bem como as novas marcas SSJ 100 e MS-21.

2. Rosseti

#121

A Rosseti, que opera as redes de energia na Rússia, é uma das maiores empresas de eletricidade do mundo. Mantém 2,25 milhões de quilômetros de linhas de transmissão de energia e inclui 35 subsidiárias e afiliadas. O acionista controlador da empresa é o próprio Estado, representado pela Agência Federal de Administração de Propriedades Estatais da Federação Russa, que possui 88,04% da corporação.

3. Sberbank

#127

O Sberbank, de propriedade do Estado, é o maior banco da Rússia, com mais de 14.000 agências em todo o país e escritórios de representação em 21 países. Atende a mais de 150 milhões de clientes em todo o mundo e emprega mais de 300 mil pessoas. Em 2019, o banco também foi nomeado como a marca mais forte da Rússia pelo Brand Finance com “soluções inovadoras, foco na experiência do cliente e maior eficácia nos negócios”.

4. Lukoil

#132

A corporação russa de energia Lukoil responde por mais de 2% da produção global de petróleo e 1% das reservas comprovadas de hidrocarbonetos. Opera em mais de 30 países, em quatro continentes, e emprega um número superior a 100 mil pessoas. Em 2018, a empresa produziu oito trilhões de rublos (US$ 125,6 bilhões) e produziu 82 milhões de toneladas de petróleo bruto (14,8% da produção total da Rússia).

5. VTB Bank 

#179

Outro banco russo que destacou entre as 250 principais empresas listadas pela “Forbes” é o VTB, que no ano passado também ganhou o prêmio “Banco do Ano na Rússia” da revista “The Banker”. É também um banco estatal, como o Sberbank, mas que opera além das fronteiras, inclusive por meio de subsidiárias e bancos afiliados no Reino Unido, Chipre, Geórgia e Angola, e filiais na China, Índia e Cingapura. Em 2018, tinha 16 milhões de clientes no mundo e 1.600 agências na Rússia, com 77 mil funcionários. 

6. Transneft

#250

O último lugar da classificação da “Forbes” é ocupado pela russa Transneft, a maior empresa de oleodutos do mundo. Opera 67.500 quilômetros de oleodutos, 500 estações de bombeamento e transporta 83% do petróleo extraído na Rússia. De propriedade estatal, a Transneft trabalha em tarefas estratégicas como desenvolvimento de infraestrutura, diversificação de fluxos de energia e transporte de petróleo para outros mercados, incluindo países da Ásia-Pacífico.

LEIA TAMBÉM: Quatro questões sobre o setor de energia da Rússia

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies