Copa do Mundo 2018 incrementará economia em diversas regiões russas, segundo Moody’s

TASS
Efeito econômico será , porém, de curto prazo, segundo agência de classificação de riscos.

A Copa do Mundo 2018, que será realizada na Rússia, ajudará a fortalecer a economia de diversas regiões do país, segundo nova pesquisa da agência de classificação de riscos Moody’s.

“A nova infraestrutura gerará receitas fiscais adicionais e reduzirá as despesas futuras para as regiões russas. A República de Mordovia e a região de Kaliningrado receberão os maiores benefícios", afirmam os especialistas da agência em relatório.

No entanto, as despesas na preparação do campeonato tiveram um impacto negativo sobre a situação econômica de São Petersburgo e da região de Samara.

Além disso, o efeito econômico positivo da Copa do Mundo 2018, em geral, será de curto prazo, lê-se no comunicado da agência.

"Parte significativa das consequências econômicas já está sendo registrada devido aos investimentos em infraestrutura, mas sua influência é limitada", escrevem os economistas.

Segundo o relatório, apenas 1% dos investimentos totais na economia russa entre 2013 e 2017 foi destinado à preparação da Copa 2018.

A Copa aumentará também as receitas das empresas de telecomunicações, hotéis e supermercados, mas por um período limitado. No setor de transportes, os aeroportos de Moscou serão os que mais se beneficiarão da Copa 2018.

Os jogos da Copa de 2018 ocorrerão entre 14 de junho e 15 de julho em 12 estádios de 11 cidades russas: Moscou, São Petersburgo, Kazan, Níjni Nôvgorod, Saransk, Kaliningrado, Volgogrado, Ekaterimburgo, Samara, Sôtchi e Rostóv-no-Don.

Indo à Copa? Então descubra 10 proibições impostas pela Rússia durante a Copa e evite gafes!

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies