Petrobras pode vender duas fábricas de fertilizantes à Rússia

Andrêi Rudakov/Bloomberg
Negociações exclusivas entre a petrolífera brasileira e um dos maiores fabricantes de fertilizantes minerais do mundo durarão 90 dias.

Maior petrolífera estatal brasileira, a Petrobras iniciou negociações com a empresa russa Acron sobre a venda de duas fábricas de fertilizantes, segundo um comunicado da Petrobras.

O negócio gira em torno da subsidiária Araucária Nitrogenados SA, que tem a capacidade de produção de 1,3 mil toneladas de amoníaco e 1,975 mil toneladas de ureia por dia, e da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III, fábrica com capacidade de produção de 3,6 mil toneladas de ureia e 2,2 mil toneladas de amoníaco por dia.

As negociações exclusivas entre a Petrobras e a Acron durarão 90 dias.

A Acron é uma dos maiores fabricantes de fertilizantes minerais do mundo, e tem três terminais portuários e redes de distribuição na Rússia e na China.

O principal beneficiário do Acron é o empresário russo Viatcheslav Kantor que ocupa o 29º lugar no ranking dos bilionários russos mais ricos da revista Forbes.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies