Reverenciado em Veneza, “O comunista” (1995) é o filme da semana no YouTube 

Iuli Raizman/Moasfilm, 1957
Longa do diretor Yuli Raizman ficará disponível gratuitamente até domingo (1º). 

Dando continuidade ao ciclo “Cinema Soviético e Russo em Casa”, o canal do CPC-UMES no Youtube disponibiliza gratuitamente neste fim de semana o longa “O comunista” (1995), do diretor Yuli Raizman.

Realizado para marcar o 40º Aniversário da Revolução Russa, o filme apresenta a curta, porém brilhante vida de Vassily Gubanov, seu trabalho honesto e consciencioso na construção de uma grande usina elétrica em Zagora durante a Guerra Civil. Sem perceber, ele vai realizando os feitos que o tornarão um herói postumamente.

“O comunista” recebeu menção Honrosa no Festival de Veneza.

Assim como nas outras edições do “Cinema Soviético e Russo em Casa”, o longa ficará disponível no canal do CPC-UMES no YouTube no Youtube até as 19h00 de domingo (1º). 

Ao longo do primeiro semestre de 2022 estão sendo exibidos semanalmente filmes russos e soviéticos dos mais variados gêneros a partir de matrizes restauradas. Este é o terceiro ano do “Cinema Soviético e Russo em Casa”, desenvolvido pelo Centro Popular de Cultura da União Municipal dos Estudantes Secundaristas de São Paulo (CPC-UMES), que distribui e comercializa no Brasil as produções do Estúdio Mosfilm.

LEIA TAMBÉM: Como os bolcheviques eletrificaram a URSS em tempo recorde

Caros leitores e leitoras,

Nosso site e nossas contas nas redes sociais estão sob ameaça de restrição ou banimento, devido às atuais circunstâncias. Portanto, para acompanhar o nosso conteúdo mais recente, basta fazer o seguinte:
Inscreva-se em nosso canal no Telegram t.me/russiabeyond_br

Assine a nossa newsletter semanal

Ative as notificações push, quando solicitado(a), em nosso site

Instale um provedor de VPN em seu computador e/ou smartphone para ter acesso ao nosso site, caso esteja bloqueado em seu país.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies