6 estrelas do hip-hop russo que ainda não chegaram aos 30 anos; confira clipes

Antoha MC
A maioria dos músicos russos cresceu ouvindo o hip-hop que vinha do lado de lá da Cortina de Ferro (se é que ainda dava para chamar assim!). Mas eles criaram suas próprias e inconfundíveis variações do gênero...

1. Face (22 anos)

Também conhecido como Face, Ivan Dremin cresceu na pobreza com a família. Ele afirma ter gravado suas primeiras músicas com dinheiro que a avó lhe dava.

O artista entrou rapidamente no campo de visão dos produtores e, já com 20 anos, lançou seu primeiro álbum gravado em estúdio, intitulado “Hate Love”. Foi este disco que o transformou em uma verdadeira estrela. Nele, Face despeja uma porção de palavrões – que ele disse, mais tarde, tê-lo feito em prol da fama.

Em 2019, o assunto de suas músicas mudou. Ele iniciou uma conscientização maior sobre importantes problemas sociais – a violência, o abismo entre a política e a realidade, os falsos valores e a censura. Ele dedicou sua trilha sonora do recém-lançado filme “O humorista” à censura – e o clipe já teve mais de 41 milhões de visualizações no YouTube.

A última faixa do rapper, “Spassátelni krug” (“Círculo salvador”), foi lançada há quatro meses. Nela, o músico reclama de estar cansado das pessoas ao seu redor. O vídeo já teve 16 milhões de visualizações.

2. Feduk (27 anos)

A primeira vez que Fiódor Inssarov se deparou com o rap foi na Hungria, aos 11 anos, onde seus pais trabalhavam na época. Mais tarde, em Moscou, junto com o irmão e amigos, ele criou o grupo “Dobro za Rap”, e logo lançou seu álbum de estreia. O público curtiu suas músicas sobre amizade e futebol.

Em 2016, ele lançou o álbum “Fri” (Free). O jovem artista acrescentou mais freestyle e improvisação a suas músicas e os fãs adoraram.

O ano de 2017 foi, sem dúvida, o melhor de sua carreira. Foi quando, juntamente com outro rapper, Allj, ele lançou o single “Rozovoe vino”, que alcançou o topo da parada russa do iTunes.

A música mais recente do rapper é a lírica “Palmi”, lançada há um mês. O clipe dela já tem no momento 1,6 milhão de visualizações.

3. Allj (25 anos)

Aleksêi Uzeniuk, colaborador de Feduk no hit “Rozovoe vino”, começou a se interessar por música na escola, depois de assistir a uma batalha de rap, quando passou a participar de eventos do gênero. Ele postou suas primeiras composições nas redes sociais, onde conseguiu seus primeiros fãs.

É interessante notar que Allj não se considera um rapper: ele diz que na mesma faixa pode incluir "rap no verso e pop no refrão, e acrescentar dance music". Realmente, quase todas as músicas de Allj são uma combinação de batida dance com letras simples, que o músico "recita" com sua calma maneira habitual.

O artista também atrai muita atenção com sua aparência excêntrica: ele usa lentes de contato brancas que criam a ilusão de que seus olhos não têm pupilas.

Uma de suas músicas mais populares, “Rvanie Djinsi”, teve mais de 104 milhões de visualizações no YouTube. E em 15 de agosto de 2019, ele postou uma nova música, “Sayonara Detka”, que toca junto com a estrela pop de Kosovo Era Istrefi.

4. Antoha MC (29 anos)

Anton Kuznetsov, também conhecido como Antoha MC, fez seu primeiro álbum, “Ot vsei dushi”, sem ajuda de ninguém: ele compôs música e letras, tocou trompete e gravou as músicas sozinho. Seu álbum seguinte, “Vsio proidiot”, foi notado pelo portal russo de rap “The Flow”, que o incluiu no top-50 de melhores músicas de 2015. Foi quando sua carreira decolou: ele foi convidado para programas de TV, suas faixas foram tocadas no rádio e o próprio Anton foi descrito como um "herói da música da nova geração".

Antoha MC transmite habilmente um clima de momentos felizes extraídos da experiência pessoal. Na maioria de suas músicas, ele usa, organicamente, uma mistura de rap rítmico, música pop e composições de jazz.

No verão de 2019, ele lançou seu quinto álbum, “Pro menia” e, em 14 de agosto, lançou outro novo videoclipe, “Tokyё”, sobre suas viagens ao Japão.

5. Husky (26 anos)

Dmítri Kuznetsov não busca fama, não tem conta no Instagram e não participa de eventos com celebridades. Ele afirma passar todo o seu tempo livre lendo.

Aos 16 anos, Husky mudou-se de Ulan-Ude (5.600 km a leste de Moscou) para a capital e se matriculou na Faculdade de Jornalismo da MGU [Universidade Estadual de Moscou]. Em 2011, aos 18 anos, o rapper postou o vídeo “Sedmoie oktiabria” no YouTube, que logo lhe trouxe a fama - e muitos comentários de fãs surpresos de um moço tão jovem escrever "poemas tão maduros".

Husky chocou várias vezes o público com suas palhaçadas excêntricas. Em 16 de setembro de 2018, ele organizou seu próprio funeral. Alguns meses mais tarde, quando um show dele foi cancelado em Krasnodar, depois que um membro do parlamento entrou com uma queixa contra ele no escritório do promotor-geral, ele começou a recitar rap na rua, do lado de fora do prédio, cercado de fãs. A apresentação terminou com ele sendo detido pela polícia por perturbar a ordem pública. O incidente provocou um acalorado debate público dos rappers sobre censura.

Em maio de 2019, o músico postou um de seus vídeos mais recentes, “Detka-Hollywood”, que que critica a sociedade de consumo e trata das mentiras na vida e nas telas.

6. Markul (26 anos)

Markul estudou engenharia de som em uma faculdade em Londres e depois foi se formar produtor na universidade. De acordo com a revista People.ru, enquanto ainda estava em Londres, com a ajuda de um empréstimo de US$ 11.000, ele montou seu primeiro estúdio de gravação e, aos 21 anos de idade, em 2014, lançou a faixa “Sukhim iz Vodi”, que lhe trouxe alguma fama.

Um ano depois, o músico lançou um álbum com o mesmo título. O álbum e as faixas subsequentes, entre elas as gravadas com outros rappers russos, foram muito bem recebidos pelo público russófono. Isto deve ter incentivado o rapper a retornar a sua terra natal: em março de 2017, ele se mudou para São Petersburgo.

No mesmo ano, junto com o intelectualizado artista Oxximiron, que já era uma estrela rap então, ele fez um videoclipe para a música “Fata Morgana”. Até hoje, o vídeo teve 26 milhões de visualizações. Meses após seu lançamento, a Booking Machine Production anunciou oficialmente que havia contratado o músico.

Em agosto de 2019, Markul lançou um vídeo para a música “Skali”. Para os fãs, os clipes se assemelham cada vez mais a curtas-metragens com efeitos especiais.

LEIA TAMBÉM: Um gostinho da Rússia camponesa antiga em 4k (e com uma música deliciosa!)

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies