5 cantores guturais russos de fazer cair o queixo!

A música folclórica não tem que ser chato (ou triste)! Sob os hits étnicos desses músicos da Sibéria e dos Urais, a juventude vai à loucura em festas - e não só na Rússia.

Você já ouviu falar do canto gutural “khoomei”? Esse tipo original de arte performática é difundido entre os povos de Altai e Mongólia. A singularidade da técnica reside na extração não de um, mas de dois sons da laringe, que, via de regra, imitam a natureza - desde o vento uivante e o farfalhar da folhagem até os gritos das cegonhas e o rugido de um touro.

Os músicos contemporâneos de Altai costumam usar o “khoomei” em suas músicas e, além disso, fazem covers de hits do rock ocidental, mixam a música folclórica com dance music.

1. Aleksandr Kuular

Músico de Tuva, ele faz remixes bacanérrimos de hits famosos. Escute pelo menos o cover da faixa "Numb" da banda "Linkin Park"!

“Gosto de fazer mixagens com o canto gutural, de criar algo novo, não só as versões cover, mas também músicas originais. O canto gutural é uma parte muito significativa da cultura do nosso povo”, diz ele.

Ouça só o cover da música “Rolling in the Deep”, de Adele.

Além disso, Aleksandr oferece em seu canal do YouTube oficinas sobre técnica do canto gutural. São ótimas para quem quiser tentar!

2. Khuun-Khuur-Tu

Traduzido da língua tuvan, o nome do grupo significa "a divisão da luz do sol nas nuvens em diversos raios divergentes". Eles tocam música folclórica do Altai usando a técnica gutural unida a instrumentos tradicionais, entre eles um pandeiro xamânico. Este é um dos grupos étnicos russos mais famosos do mundo!

3. Tiurguen Kam

Chamam esse cara de DJ Xamã: Tiurguen, de Tcheliábinsk, vem realmente de uma linhagem de xamãs e realiza rituais tradicionais. Ele costuma se apresentar nos Urais com música eletrônica, salpicada com melodias étnicas, canto gutural e uma energia frenética. Todo mundo dança!

4. Tchiltis Tannagacheva

Cantoras são uma enorme raridade no canto gutural. Tchiltis é autodidata, vem de uma família de contadores de histórias épicas populares, por isso cantar tornou-se para ela uma espécie de continuação das tradições familiares.

"Para mim, está é uma necessidade corporal, e não um desejo, é algo que nasce dentro de mim e está além do meu controle", diz.

Ela canta sobre seu povo e cultura, compõe letras e melodias. liás, ela se chama Olga no passaporte, mas, após um acidente de carro, foi apelidada de Tchiltis, que significa "estrela" na língua siberiana “chor”.

5. Dobrinia Satin

Músico de Gorno-Altaisk com o nome russo de bogatir “Dobrinia”, ele canta o épico de Altai. “Meu instrumento é chamado ‘topchur’, é um atributo do ‘kaitchi’, o um contador de histórias que narra o épico de Altai. Ele ajuda o contador de histórias a entrar em um tipo de transe. Nossas histórias épicas são grandiosas. Antes de contá-las, o narrador pede ao instrumento que o ajude e, em seguida, o ‘topchur’ o leva você a esse mundo”, disse ele em um documentário sobre os povos de Altai.

Escute o “khoomei” executado por Dobrinia!

LEIA TAMBÉM: Por que os pagãos da república russa da Udmúrtia são temidos?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies