Os 10 grafites mais legais de São Petersburgo (FOTOS)

Legion Media
Acha que a capital cultural da Rússia só ostenta pontes e palácios grandiosos? Conheça a São Petersburgo das ruas que muitos jamais imaginariam existir.

1. Na rua Italianskia, 29 os visitantes se sentem em... Roma! Este pátio discreto, que fica atrás de um cercado, é decorado com uma imagem gigantesca do Coliseu. As autoridades tentaram cobrir o trabalho dos artistas do grupo Energia da Nação, mas, no fim das contas, os moradores locais mantiveram seu adorado “pátio italiano”.

2. Rua Maly Prospekt, 1-67, na Ilha de Vassiliev. Este afresco apareceu no “bairro de Havana” – um complexo residencial vanguardistas – ainda em 1990. Muitos acreditam, erroneamente, que retrata o Buda, mas, na verdade, trata-se da Mãe Terra. É fruto do trabalho de equipe de artistas soviéticos e norte-americanos.

3. O espaço criativo gastronômico Third Cluster, situado na rua Sovetskaya, 4 recebe visitantes não apenas por seus bares e showrooms de moda, mas também pelos muros pintados de maneira atraente.

4. São Petersburgo é, afinal, a capital cultural da Rússia. Na rua Rubinstein, onde alguns dos artistas e escritores clássicos viveram, os muros são decorados com seus retratos.

5. No quintal onde Serguêi Dovlátov morava, sua máquina de escrever foi imortalizada. Quem por aí já leu “Solo na Underwood”?

6. O novo espaço da moda Sevkabel Port abriga festivais de arte de rua, então, sempre há algo para ver. Por exemplo, a “Imersão”, de Aleksandr Demin. A outra fachada do mesmo edifício ostenta um mural de Artiom Stefanov que “brinca” com esse grafite.

7. Outro lateral do edifício exibe essas abstrações cristalinas do artista Aleksêi KIO.

8. Com a autorização das autoridades de São Petersburgo, o famoso grafiteiro nova-iorquino Futura (pseudônimo) pintou uma área para skatistas na rua Vvedenskaya.

9. Em 2011, no 50º aniversário do primeiro voo espacial tripulado, o coletivo de arte 33+1 criou essa composição na Praça Tchkalov dedicada aos pioneiros da Rússia. A obra inclui Pedro, o Grande, o piloto Valéri Tchkalov e Iúri Gagárin.

10. Esta mansão abandonada no centro de Petersburgo é o lar de dois artistas criativos: Nadin Kona e Aleksandr Parilov. Neste casarão, eles realizam festivais de arte de rua somente para convidados, além de noites privadas. O acesso à mansão Obraztsovy (Exemplar) se dá apenas por meio de um site (não tão mais) secreto.

LEIA TAMBÉM: Por que São Petersburgo é considerada a capital cultural da Rússia?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies