Quer visitar os museus de São Petersburgo sem gastar um tostão? Saiba como!

Legion Media
Entre as maravilhas culturais que você verá sem colocar a mão no bolso, estão o Museu Russo e o Hermitage, que já foi classificado em diversos rankings como o melhor museu da Europa.

Museu da História da Fotografia, Museu da Cerveja, Museu Vladímir Nabôkov... qual desses lhe apetece mais? Aproveite, pois estas instituições de São Petersburgo têm entrada gratuita durante todo o ano em determinadas datas. Diversos outros museus famosos também têm ações do gênero, é só ficar ligado nas datas:

  1. Hermitage

Principal museu da Rússia, o Hermitage recebe visitantes gratuitamente na terceira quinta-feira de cada mês, no Dia Internacional dos Museus (18 de maio) e no Dia do Hermitage, em 7 de dezembro.

O museu abriga mais de 3 milhões de itens de encher os olhos, desde obras de Ticiano e Leonardo até um enorme relógio mecânico do século 18 em forma de pavão (que, pasmem, ainda funciona!).

Nesses mesmos dias, o Museu da Fábrica de Porcelana Imperial, uma filial do Hermitage, também tem entrada gratuita.

  1. Museu Russo

O Museu Russo reúne uma enorme variedade de tesouros artísticos russos da Idade Média até os dias atuais podem. Todos os anos, no dia 18 de maio, você pode, assim, conferir as paisagens surreais de Nicholas Roerich, fotografias do dia-a-dia na União Soviética e ícones russos.

O museu tem um grande número de filiais, entre elas a cabana de madeira de Pedro, o Grande, o Castelo de São Miguel (“Castelo Mikhailovski” ou “Castelo dos Engenheiros”) e o Palácio Stroganov.

  1. Apartamento-museu de Aleksandr Púchkin

O poeta mais celebrado da Rússia passou os últimos meses de vida nesta casa, na barragem Môika, e morreu ali após um duelo. Seus objetos pessoais continuam no apartamento, entre eles, uma mecha de cabelo e a máscara funerária.

Durante quatro dias ao ano é possível entrar no museu gratuitamente: no Dia Memorial de Púchkin, em 10 de fevereiro; no Dia Internacional dos Monumentos, em 18 de abril; no Dia Internacional dos Museus, em 18 de maio, e no Dia de Púchkin, em 6 de junho.

  1. Catedral de Santo Isaac

Uma das mais famosas do mundo, a catedral ortodoxa de Santo Isaac também tem status de museu e cobra entrada dos turistas durante o ano todo. Mas os cultos para fiéis ortodoxos são realizados na catedral quase todos os dias, às 9h e às 16h e, naturalmente, você pode participar deles gratuitamente.

A Igreja do Salvador do Sangue Derramado funciona da mesma forma, só que nela os cultos são realizados às quartas e aos sábados às 7h30 da manhã e às 18h. Aconselha-se que, ao visitar uma igreja ortodoxa, você se vista levando em conta a cultura local, evitando shorts, bermudas e minissaias e cobrindo os cabelos, no caso das moças, quando necessário.

  1. Quebra-gelo Krasin

O Krasin fazia parte da Marinha Imperial Russa. Ele operou nos mares Báltico e Ártico e participou de batalhas navais durante a Segunda Guerra Mundial antes de ser transformado em um museu nos anos 1990.

Este lendário museu flutuante tem entrada gratuita apenas um dia por ano. Em 19 de agosto, também conhecido como Dia da Roupa Listrada, uma grande festa acontece a bordo do quebra-gelo para comemorar os marinheiros e sua tradicional camiseta. Não esqueça que somente visitantes vestindo a clássica camiseta listrada podem entrar de graça.

  1. Fortaleza de Pedro e Paulo

A fortaleza da ilha de Zaiatchi tem entrada gratuita durante o ano todo, mas se você quiser visitar os museus (a prisão da fortaleza ou a torre do sino), é preciso comprar ingresso.

  1. Museu de Antropologia e Etnografia (Kunstkamera)

O Kunstkamera ou “Gabinete de Curiosidades” foi o primeiro museu em São Petersburgo aberto ao público. Fundado no início do século 18, ele abriga objetos peculiares que Pedro, o Grande, coletou no mundo todo. Hoje, mais de um milhão de exposições totalmente fora do comum são realizadas ali. Elas podem ser vistas gratuitamente na terceira quinta-feira de cada mês, entre setembro e abril.

  1. Museu Zoológico

As exibições nesta instituição incluem uma ampla coleção de corais, borboletas exóticas e mariposas. Mas o foco principal das exibições é o Hall dos Mamutes, que abriga não apenas esses antepassados dos paquidermes, mas também outras criaturas pré-históricas, como ursos, renas e elefantes. A entrada no museu é gratuita na terceira quinta-feira de cada mês.

  1. Nôvi (Novo) Museum

Este museu de arte contemporânea na Ilha Vassilievski foi fundado com base na coleção de Aslan Tchékhov. Ele inclui obras clássicas da arte contemporânea russa dos anos 1950 até os dias atuais.

A coleção inclui peças de artistas não conformistas, como Oskar Rabin e Vladímir Nemukhin, os conceituais Iliá Kabakov e Iúri Albert e muitos outros.

O museu tem entrada gratuita no dia 18 de maio, no Dia Internacional dos Museus. Um evento especial, o “Noite no Museu”, é realizado na mesma data, por isto o horário de funcionamento é estendido.

  1. Museu Fiódor Dostoiévski

O célebre escritor russo mudou de endereço em São Petersburgo dezenas de vezes, mas passou os últimos três anos de sua vida e escreveu “Os Irmãos Karamázov” neste apartamento na rua Kuznetchni Pereulok.

O museu foi inaugurado em 1971 para marcar o 150º aniversário do nascimento de Dostoiévski. Sua fundação se deu principalmente graças a seus descendentes, que doaram uma grande coleção de pertences pessoais do escritor à instituição.

A visita ao memorial é gratuita no dia do Memorial de Dostoiévski, em 9 de fevereiro, no Dia Internacional dos Museus, em 18 de maio, e no aniversário do escritor, em 11 de novembro.

LEIA TAMBÉM: Quanto custa viajar para Moscou e São Petersburgo? Saiba em R$

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies