Crescem exportações secretas da Rússia a países da Otan

Ministério da Defesa da Rússia/Sputnik
Entre produtos, há armas, munições, aeronaves militares e materiais radioativos.

Em 2021, as exportações secretas de produtos da Rússia aumentaram acentuadamente, segundo o jornal econômico independente russo RBC e dados aduaneiros.

A maior parte desses produtos foi exportada aos Estados Unidos, República Tcheca, Alemanha, Reino Unido, Estônia, Holanda, China, Índia e os Emirados Árabes Unidos.

As vendas ao exterior desse gênero são codificadas como "SSSS" pelo serviço alfandegário russo, e incluem armamentos, aeronaves militares e materiais radioativos.

Segundo dados da alfândega russa, o valor das exportações secretas para os Estados Unidos subiu de US$ 706 milhões, em 2020, para US$ 841 milhões, em 2021.

De acordo com o jornal RBC, nessa lista se incluem principalmente elementos químicos e isótopos radioativos (entre eles, urânio enriquecido para centrais nucleares), e munições para armas civis.

O crescimento na exportação de munições se deve às recentes sanções dos Estados Unidos, que proíbem a importação de armas de fogo e munições russas. Portanto, de acordo com o jornal RBC, é natural que as exportações desses produtos venham a cair drasticamente até o final do ano.

As entregas de cargas secretas para a Europa também cresceram significativamente. Por exemplo, a Alemanha adquiriu US$ 302 milhões em produtos russos secretos — para efeitos de comparação, em 2020 esse valor foi de US$ 173 milhões.

O maior crescimento nas exportações secretas russas foi registrado na República Tcheca, que adquiriu US$ 706 milhões em produtos russos — contra os US$ 102 milhões do ano passado. Segundo especialistas, o crescimento se deve às exportações de aeronaves, armas e munições russas.

LEIA TAMBÉM: Tudo sobre o antigo satélite russo que foi derrubado do espaço

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies