Caminhão americano equipado com sistema antiaéreo soviético é fotografado na Venezuela

Sistema polaco 'Hibneryt', formado por un cañón AA ZSU-23-2 instalado en un camión Star 266

Sistema polaco 'Hibneryt', formado por un cañón AA ZSU-23-2 instalado en un camión Star 266

Divulgação
Não se sabe se o veículo armado já participou de operações de combate. 

Fotos feitas na Venezuela de um caminhão norte-americano GMC M35 chamaram atenção de usuários na internet por um motivo peculiar: um canhão antiaéreo soviético ZSU-23-2 de 23 mm foi instalado por militares locais na retaguarda do veículo.

Não se sabe de onde exatamente são essas imagens ou se o veículo armado participou de operações de combate. De acordo com dados coletados pelo jornal Rossiyskaya Gazeta, em 2017, a Venezuela possuía cerca de 200 unidades do ZSU-23-2.

Adotado pela União Soviética em 1960, este sistema antiaéreo tem por objetivo destruir aeronaves, infantaria e veículos blindados leves. O canhão coaxial fornece uma cadência de tiro de 2.000 tiros por minuto, com alcance de 2 km de altura e 2,5 km de distância. 

Entre os feitos mais conhecidos desse sistema, destaca-se seu uso contra tanques leves Vickers durante o conflito na Nigéria de 2015 a 2018.

LEIA TAMBÉM: Congelado a -50°C, fuzil Kalashnikov continua disparando normalmente

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies