Três submarinos nucleares emergem ao mesmo tempo quebrando o gelo do Ártico; veja vídeo

Fato é inédito na história da Marinha russa.

Pela primeira vez na história da Marinha russa, três submarinos nucleares emergiram simultaneamente através de uma espessa camada de gelo no Ártico. A informação foi repassada ao presidente Vladimir Putin pelo almirante Nikolai Ievmenov.

“Dentro de uma área limitada de raio de 300 metros”, acrescentou o almirante.

Em conversações realizadas em janeiro passado, o ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, e sua homóloga da Noruega, Ina Marie Eriksen Søreide, discutiram a deterioração da situação de segurança no extremo norte.  Segundo Lavrov, o aumento da atividade militar na Noruega e o desenvolvimento da infraestrutura da Otan perto das fronteiras russas teriam consequências negativas para o Ártico.

Em março de 2020, Putin assinou um decreto sobre os fundamentos da política de Estado no Ártico até 2035. Um dos principais objetivos do decreto é garantir a soberania, preservar o Ártico como um território de paz e estabilidade, desenvolver a Rota do Mar do Norte e garantir qualidade de vida alta na região ártica da Federação Russa.

LEIA TAMBÉM: Tudo sobre o novo navio de assalto anfíbio russo

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies