Rússia inicia testes de novo sistema de artilharia especial para operações no Ártico

Instituto de Pesquisa Burevestnik
"Magnolia" será primeiro sistema de artilharia autopropulsado capaz de realizar missões militares nas mais frias regiões do planeta.

A Rússia pretende terminar, até o final de 2022, os testes do novo "Magnolia", sistema de artilharia autopropulsado para o Ártico com calibre de 120 mm. A data foi anunciada em comunicado da UralVagonZavod (UVZ), maior fábrica estatal russa de veículos blindados e tanques.

O sistema "Magnolia", que poderá eliminar sistemas de defesa antiaérea inimigos em condições climáticas extremas e sob visibilidade zero, foi revelado pela primeira vez em meados de 2019, durante a exposição militar Army-2019. 

A UVZ não divulgará as características técnicas e táticas completas do "Magnolia" antes de o sistema entrar na linha de produção, mas, segundo especialistas militares, a arma poderá eliminar alvos com projéteis de calibre de 120 mm a até 8,5 quilômetros de distância. Graças aos sistemas de navegação a laser e GPS mais avançados, o sistema pode determinar o local do alvo nas condições de tempestades de neve com visibilidade zero.

"A tripulação não precisa ver o alvo. Os militares podem inserir manualmente as coordenadas das unidades inimigas, recebidas da inteligência, e o Magnolia apontará automaticamente sua arma para o alvo", explica o ex-coronel-general do exército russo, ex-comandante das Forças de Mísseis Estratégicos, Víktor Êssin.

Caso o sistema esteja armado com projéteis guiados, seu alcance efetivo aumentará para 10 km. 

Segundo Êssin, a cadência de tiro do "Magnolia" é excelente, e o veículo pode disparar 10 projéteis por minuto.

O veículo combina as qualidades de combate de um morteiro e de um obus. O design da torre permite pontaria circular horizontal, enquanto a tripulação pode elevar o cano da arma para um ângulo entre 5 graus negativos e 80 graus positivos.

O veículo pesa 27,5 toneladas e pode levar até 10 toneladas de munições. O motor a diesel V-46-5C, de 800 cavalos de potência, pode atingir até 45 km/h.

Graças às lagartas, o veículo pode atravessar obstáculos na água a uma velocidade de 6 km/h e cobrir até 700 km sem reabastecimento.

LEIA TAMBÉM: As 10 superarmas que o Exército russo emprega no Ártico

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies