Rússia desenvolve helicóptero não tripulado para detectar drones espiões

Evguêni Odintsov/Sputnik
Novo veículo poderá rastrear pequenos drones voando a altitudes baixas e extremamente baixas.

Cientistas russos começaram a desenvolver um novo helicóptero não tripulado de patrulha por radar de longo alcance. O objetivo da aeronave será rastrear veículos aéreos não tripulados de baixa velocidade e enviar as informações para sistemas de defesa antiaérea das Forças Aéreas da Rússia.

Segundo os militares, a criação de helicópteros não tripulados de patrulha por radar acabou sendo necessária devido ao crescimento da popularidade de drones de ataque nos conflitos recentes.

De acordo com o analista militar, que não quis ser identificado, o terreno muitas vezes não permite que radares e sistemas de radar terrestres detectem rapidamente drones pequenos a baixa altitude. Os novos helicópteros deverão resolver esse problema.

Em 2016, a Rússia revelou seu primeiro helicóptero não tripulado, o TB-26V, que pode interceptar drones. A aeronave é equipada com câmeras térmicas, diurnas e ultravioletas. Seu peso máximo de decolagem é de 19,6 kg, ele tem 1,6 metro de comprimento, o diâmetro do rotor principal é de 1,865 metro. O alcance prático do TB-26V é de 540 km e o tempo máximo de voo é de seis horas.

LEIA TAMBÉM: 6 curiosidades sobre os helicópteros Mi-24 na América Latina

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies