Arqueólogos descobrem gravuras medievais na região de Altai; veja fotos

Universidade Estatal de Gorno-Altaisk
Imagens foram esculpidas por volta de 500 d.C.

Arqueólogos descobriram gravuras rupestres que datam de cerca de 500 d.C. na parte oriental das montanhas Altai, não muito distante do famoso cemitério de Pazirik. 

As gravuras representam iurts, as tendas típicas em que viviam os povos nômades turcos que ocuparam esses territórios durante o início da Idade Média.

“A arqueologia moderna conhece pouco desses desenhos”, explica Nikita Konstantinov, da Universidade Estadual de Gorno-Altaisk.

Também foram descobertas gravuras mostrando, entre outras coisas, cenas de caça e luta, bem como um caçador a cavalo com uma lança e uma bandeira. Todos são caracterizados por uma abundância de detalhes, o que permite ao arqueólogos estudar a aparência dos povos que habitaram o Altai há vários séculos.

Foi possível identificar ainda um desenho nas pedras que data do final do século 2 a.C. e, portanto, remonta à Idade do Bronze.

LEIA TAMBÉM: Como o hominídeo de Denisova está relacionado ao Homo sapiens?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies