Voluntário espanhol torna-se o primeiro estrangeiro a testar vacina Sputnik V

Carlos Moraga recebe primeira dose da vacina Sputnik V, em Moscou

Carlos Moraga recebe primeira dose da vacina Sputnik V, em Moscou

RT
Morador de Moscou, homem de 45 anos diz não apresentar efeitos colaterais. Esta é a terceira e última fase de testes antes de inoculação em massa na Rússia.

No domingo passado (27), o espanhol Carlos Moraga, de 45 anos, que vive e trabalha em Moscou há uma década, foi um dos milhares de voluntários que receberam a vacina russa Sputnik V contra o novo coronavírus.

“Era algo sobre o qual eu estava decidido muito antes de ter a chance de fazê-lo. Quero voltar a uma vida normal e para mim o caminho mais rápido foi esse e eu tinha que aproveitar”, disse Calos ao canal RT, onde trabalha.

“Sabendo dos possíveis riscos e dos possíveis benefícios da aplicação da vacina, o que não entendo é por que alguém não participa. Não consigo entender”, acrescentou.

Moraga está sob acompanhamento diário e garante que não apresentou efeitos colaterais desde domingo, quando recebeu a vacina.

Para participar do testes clínicos, foi preciso atestar a inexistência de alergias, doenças crônicas e que ainda não tivesse sido infectado pelo novo coronavírus.

O processo dura 180 dias no total e nestes primeiros dias é recomendado não fazer exercícios físicos intensos e beber com moderação. Como se trata de ensaios clínicos, é possível também que Carlos tenha recebido um placebo.

A vacina russa registrada em outubro está na terceira fase de testes. Por enquanto, 40.000 voluntários estão sendo inoculados. A segunda dose será administrada dentro de três semanas caso o indivíduo apresente anticorpos.

Carlos Moraga recibe la primera dosis de la vacuna Sputnik V. Moscú, 27 de septiembre de 2020.

LEIA TAMBÉM: Bahia distribuirá vacina russa contra coronavírus

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies