Encontrado durante a construção de uma nova ponte, o barco BK-73 tem cópia navegando novamente

Durante a guerra, barco blindado lutou contra os nazistas e realizou diversos ataques inesperados.

A Rússia resgatou do fundo do Estreito de Kertch um navio blindado BK-73 da época da Segunda Guerra Mundial que, quase 77 anos depois, ganhou uma cópia exata. A reprodução do navio que participou da libertação da cidade de Rostov-no-Don em 1943 está visitando lugares de glória militar, segundo o canal de televisão russo Zvezdá.

O BK-73 é um navio de guerra pequeno que podia se aproximar da costa em águas rasas e disparar contra o inimigo de surpresa. Sob o comando do tenente-major Ivan Zapôrojets, o BK-73 participou das batalhas de Rostov-no-Don, de Stalingrado e da península de Tamán.

Em novembro de 1943, participou da operação militar na Crimeia. O navio transportava uma equipe de desembarque das tropas da Frente do Cáucaso do Norte para Kerch na Crimeia. Mas, no caminho de volta, o navio atingiu uma mina e afundou. Todos os que estavam a bordo morreram.

"Uma tripulação de 12 pessoas e 40 soldados estava a bordo", conta Aleksandr Elkin, chefe do Centro Histórico e Cultural e de Entretenimento de Crimeia 29BIS.

As duas partes do navio blindado foram descobertas durante a construção da Ponte da Crimeia. O corpo do comandante do navio foi encontrado dentro de sua cabine blindada. Um grupo de entusiastas da Sociedade de História Militar Russa e do Museu do Patrimônio investigou o nome do comandante do BK-73 e descobriu que ele era o Tenente Major Ivan Zapôrojets. Atualmente, eles tentam localizar seus parentes para providenciar informações e enterrar os restos mortais.

Após quase três anos, a cópia do BK-73 se tornou um museu flutuante. Os pertences pessoais, armas e condecorações da tripulação podem ser encontrados dentro de seu casco. O navio recebeu um modelo em tamanho real de uma torre de tanque T-28, a mesma que foi usada durante a guerra.

Hoje, devido à pandemia do coronavírus, o museu flutuante está temporariamente fechado aos visitantes. Após visitar lugares de importância militar, o BK-73 retornou a cidade de Gelendjik, onde fica sua base permanente.

LEIA TAMBÉM: 7 embarcações russas incríveis que você precisa conhecer!

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies