Vietnã recorre a cientistas russos para interromper deterioração da múmia de Ho Chi Minh

Ho Chi Minh

Getty Images
Corpo de revolucionário foi embalsamado com ajuda da URSS.

Quatro especialistas russos foram contratos pelo Vietnã para reforçar um grupo especial de cientistas que tenta preservar o corpo do revolucionário de ex-presidente do país Ho Chi Minh, embalsamado em 1969. A informação é da agência Reuters.

A equipe deverá desenvolver métodos científicos para evitar a contínua deterioração do corpo de Ho Chi Minh e mantê-lo em boas condições por décadas.

Nos tempos soviéticos, países como China, Coreia do Norte e Vietnã, que não enterraram seus ex-líderes, recorreram ao laboratório do mausoléu de Vladímir Lênin.

A URSS enviou uma composição química exclusiva ao Vietnã para mumificar o corpo de Ho Chi Minh, mas, em 1991, após o colapso do regime soviético, a Rússia começou a cobrar pelos suprimentos.

O corpo embalsamado de Ho Chi Minh encontra-se também em um mausoléu, construído em Hanói sob comando do arquiteto soviético Harold Isákovitch.

LEIA TAMBÉM: Como os embalsamadores russos preservam Lênin e seus camaradas 

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies