Novo tanque russo T-90M entrará em mercados internacionais

Vitaly V. Kuzmin
Veículo foi profundamente modernizado e recebeu novos armamentos, motor e blindagem para exportação.

No final de fevereiro, o monopolista no mercado russo de veículos blindados Uralvagonzavod, apresentou o novo tanque T-90M “Proriv-3”, veículo profundamente modernizado com base no tanque T-90, desenhado no final do século 20.

A Rússia pretende vender o novo tanque principalmente no exterior, de acordo com analistas militares.

Armado até os dentes

Canhão 2А82-1М do tanque T-14 Armata

O T-90M ganhou uma torre com canhão do tanque T-14 Armata. Ela é complementada por uma metralhadora de grande calibre, controlada remotamente, que usa munições Kord-MT de calibre de 12,7 mm para a destruição de veículos levemente blindados.

Segundo os desenvolvedores, a precisão do tanque aumentou entre 25% e 30%, e a vida útil do canhão alcança até 900 disparos.

Além disso, o T-90M recebeu novos tipos de munições projetadas especialmente para ele. Uma delas é a munição de perfuração de armaduras Vacuum-1, com um núcleo de urânio empobrecido que pode alcançar até 1.980 metros por segundo e perfurar blindagens de até 1 metro de espessura. Outra é o míssil guiado Sprinter, cuja trajetória pode ser alterada remotamente.

Blindagem moderna

O corpo do tanque é coberto com um moderno complexo de proteção dinâmica modular, o "Relic", que pode derrubar projéteis a até um metro de distância do tanque.

LEIA TAMBÉM: Tropas infláveis: o lado macio do Exército russo

De acordo com os desenvolvedores, a blindagem do tanque foi projetada para proteger o veículo e a tripulação dos projeteis dos outros tanques multilateralmente.

Além disso, o tanque é pouco visível aos radares, em comparação ao modelo anterior. Isto quer dizer que o veículo é praticamente invisível nos visores térmicos dos sistemas de orientação de tanques modernos.

Novo coração

Uma das principais tarefas dos desenvolvedores era aumentar a mobilidade do veículo no campo de batalha. O T-90M recebeu um novo motor diesel com potência de 1.130 cavalos e transmissão automática.

O novo motor permite que o tanque modernizado, que pesa 50 toneladas, atinja uma velocidade de 70 km/h.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies