Quais navios russos entraram em conflito com ucranianos no Estreito de Kertch?

Sputnik
A bordo de embarcações havia armamentos pesados que poderiam facilmente ter transformado o conflito em confronto militar mais grave.

Na madrugada desta segunda-feira (26), tropas de fronteira do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB, na sigla em russo, órgão que substituiu a KGB) detiveram três navios ucranianos que violaram as fronteiras do país no Mar Negro, no Estreito de Kertch (também grafado como “Kerch”).

Segundo o FSB, os navios ucranianos não solicitaram a passagem por águas territoriais russas, realizaram manobras perigosas e não obedeceram às exigências das autoridades russas.

Barcos de patrulha 12200 e uma embarcação anti-navios de pequeno porte do projeto 1124M participaram da detenção de três navios ucranianos (dois barcos pequenos de artilharia blindados Berdiansk e Nikopol, bem como o rebocador de ataque Yana Kapu).

Todos os navios, de ambos os lados, são equipados com diversos armamentos, e o fato de o confronto na fronteira não ter escalado para um confronto militar sério pode ser considerado um grande êxito.

Todos os barcos de patrulha russos são equipados com um complexo de artilharia de foguetes Vikhr-K, criado para abater alvo navais, mas que também pode ser usado contra alvos blindados terrestres em zonas costeiras: postos fortificados, tanques, veículos blindados, veículos de combate de infantaria etc.

Cada complexo Vikhr-K tem quatro mísseis guiados com alcance efetivo de até 10 quilômetros. Além disso, os barcos são equipados com armas de artilharia AK-306 de 30 mm de calibre, que podem atingir alvos a uma distância de até quatro quilômetros.

Além disso, as tropas de fronteira foram lideradas pela embarcação anti-navios de pequeno porte Suzdalets, cujo armamento é muito mais poderoso do que o dos barcos.

Com 70 metro de comprimento, este navio é equipado com lançadores de 20 mísseis guiados Osa-MA e com um canhão de grande calibre AKU AK-176M, com 550 munições.

Além disso, o navio tem vários torpedos e um lançador que pode instalar até 50 bombas de profundidade para combater submarinos.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies