Robôs russos estão prestes a entrar no mercado dos EUA

Ramil Sitdikov/Sputnik
Nos próximos cinco anos, mais de 2.800 robôs russos com inteligência artificial chegarão aos Estados Unidos, em um acordo de 56 milhões de dólares.

A startup russa Promobot, baseada na cidade de Perm, nos Urais, projetou uma série de ‘robôs de serviço’ para trabalhar em espaços lotados e que, em breve, chegarão às unidades do Home Depot e do Walmart, nos Estados Unidos, graças a um acordo de distribuição exclusiva selado com a Intellitronix, fabricante de luzes e painéis LED.

“Entre nossos clientes estão a Home Depot, Walmart, O’Reily Autoparts e outros”, disse um representante da Intellitronix, uma subsidiária da U.S. A Lighting Group, já pagou US$ 600 mil pelos direitos exclusivos de distribuição da tecnologia no país americano. “Estamos atualmente preparando apresentações para nossa rede de distribuidores e muito empolgados com o potencial desse mercado”, acrescentou o representante.

Segundo a startup russa, a máquina pode se mover de forma autônoma e ajudar as pessoas a se deslocarem, além de interagir e responder a algumas perguntas.

O acordo, cujo valor aproximado é de 56 milhões de dólares, prevê que a Promobot forneça robôs para os EUA nos próximos cinco anos. A partir de 2018, a empresa planeja entregar 75 robôs por mês, e deverá aumentar para 100 unidades mensais em 2022.

“Depois de receber o primeiro pedido, nossa equipe de engenharia testou a capacidade e funcionalidade do Promobot”, disse Paul Spivak, CEO da Intellitronix. “Ele impressionou nossos engenheiros por sua qualidade e inteligência interativa em um ambiente de aprendizagem”, acrescentou.

Segundo o portal de estatísticas Statista, o mercado global de robôs deve crescer de 39,3 bilhões de dólares em 2017 para 498,6 bilhões em 2025.

Truques de marketing

Desde a sua fundação em 2014, a Promobot vendeu apenas 320 robôs, principalmente na Rússia. No entanto, a startup é conhecida por seus “truques’ de marketing.

Isso porque já foram noticiados vários incidentes estranhos com o robô da empresa, incluindo duas tentativas de fuga do laboratório aparentemente forjadas.

Segundo os fundadores, um pesquisador de Perm deixou o local sem fechar a porta corretamente, e um Promobot IR77 com inteligência artificial fugiu. Ele andou cerca de 45 metros, até a bateria acabar, e ficou empacado em uma rua por quase 40 minutos.

Outras imagens mostraram um robô impedindo que as prateleiras caíssem sobre uma menina pequena, depois de ela tentar escalá-las. Oleg Krivokúrtsev, fundador da startup, disse que o Promobot fez isso sozinho, mas poucas pessoas acreditarem nele.

Recentemente, um garoto russo também criou um app que ajuda surdocegos a se comunicar on-line sem a ajuda de intérpretes. 

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies