Neste dia: Quebra-gelo soviético tornava-se 1º navio a chegar ao Polo Norte

Quebra-gelo nuclear soviético Arktika

Quebra-gelo nuclear soviético Arktika

Semion Maisterman/TASS
Para celebrar, equipe hasteou bandeira da URSS sobre mastro fincado no gelo.

O quebra-gelo nuclear soviético Arktika deixou Murmansk, no extremo norte da Rússia, em 9 de agosto de 1977 em direção a Nova Zembla (ou Terra Nova), um arquipélago russo no oceano Ártico.

Oito dias depois, em 17 de agosto, a embarcação, que foi capaz de romper grossas calotas de gelo na região, tornava-se o primeiro navio de superfície a chegar ao Polo Norte na história da navegação.

A equipe comemorou o evento hasteando a bandeira nacional da União Soviética em um mastro de aço fincado no próprio gelo.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.