Cinco tecnologias que desafiam a supremacia humana

Feira Internacional Innoprom, realizada neste mês em Iekaterinburgo, na Rússia central, teve a participação de 600 empresas de 70 países. Com China como parceiro principal, país apresentou diversos projetos baseados em tecnologias de ponta. Confira os cincos principais destaques que prometem substituir importações.

1. Motor elétrico com rendimento de 95%

A abertura da feira se deu com os protótipos de motores elétricos de nova geração, cujos parâmetros de eficiência são muitos superiores aos análogos internacionais disponíveis no mercado comercial.

A exposição foi apresentada pelo pesquisador Vladímir Milov, da Faculdade de Física da Universidade Estatal de Moscou.

Nos testes, os motores elétricos excederam os requisitos de eficiência energética propostos pela União Europeia, atingindo rendimento de 95% em algumas classes especiais.


Mais leve e mais barato, motor traz tecnologia sofisticada para produção em série Foto: Dária Kêzina

Os projetos são menores e mais leves em 2 a 3 vezes do que seus análogos, bem como mais sofisticados em termos de tecnologia para produção em massa.

Os motores deverão ser usados em bombas de combustíveis, tornos elétricos, e sistemas inteligentes de ar condicionado e ventilação. Uma das maiores interessadas no projeto foi a Mitsubishi Electric.

2Interface cérebro-computador

Criada pelo Instituto de Controle Eletrônico de Máquinas, em cooperação com pesquisadores da Universidade Estatal de Moscou, a nova interface de controle de equipamentos eletrônicos conta com um sistema de sensores “cérebro-computador”, através dos quais é possível transformar os sinais elétricos neurais de uma pessoa em comandos – com 99,5% de precisão.

O projeto abre novas possibilidades para os setores de robótica e medicina, pois ajudará pessoas com necessidades especiais a restaurar funções motoras perdidas. O sistema pode ser usado via wi-fi para controlar próteses biônicas robóticas ao subir e descer escadas, por exemplo.

Interface Foto: Dária Kêzina
Por meio de interface, é possível transformas os sinais neurais em comandos Foto: Dária Kêzina

Segundo os projetistas, não existem sistemas análogos em termos de funcionalidade e confiabilidade.

O fabricante foi responsável por introduzir ,pela primeira vez na Rússia, próteses robóticas antropomórficas com tecnologia de ponta. Análogas às versões alemãs, custam, no entanto, de 0,5 a 3 vezes mais barato.

Os microprocessadores instalados nas extremidades dos membros realizam o controle automático dos movimentos e, caso necessário, recebem comandos pela interface neural. Isso permite à pessoa usar as próteses com mais naturalidade e conforto. O peso da prótese é o mesmo do membro ao qual equivale.

3. Reanimador neonatal

Projetado pela Schwabe, o reanimador neonatal é um complexo de terapia intensiva para recém-nascidos que engloba incubadora, sistema aberto de reanimação e aquecedor neonatal – tecnologias já utilizadas em tratamento intensivo de bebês.


Reanimador reúne tecnologias utilizadas no tratamento intensivo de bebês Foto: Dária Kêzina

A incubadora emula o útero da mãe em condições próximas do real, de modo a permitir que bebês prematuros possam completar o período de desenvolvimento de noves meses de maneira saudável.

O sistema de reanimação aberto é capaz de tratar o recém-nascido com icterícia e doenças das vias aéreas.

4. Visor noturno para helicópteros

Também desenvolvido também pela Schwabe, o inovador sistema de visão noturna especial para helicópteros possui alcance de 500 metros e 48 graus de campo de visão.


Visor oferece alcance de 500 metros e tem controle automático de brilho Foto: Dária Kêzina

Projetados para uso em voos noturnos com helicópteros, destacam-se por ter controle automático de brilho.

O dispositivo, que é totalmente fabricado com materiais russos,  possui qualidades superiores aos análogos estrangeiros usados atualmente na Rússia.

5. Helicóptero multifuncional Ansat   

O novo helicóptero Ansat, capaz de operar em diversas condições climáticas, não precisa ser guardado em hangar e pode cumprir missões de transporte, busca e salvamento, evacuação média e treinamento.


Com funções múltiplas, Ansat não precisa ser guardado em hangar Foto: Dária Kêzina

Entre as novidades da aeronave estão os materiais compósitos utilizados em sua fabricação, como pás do rotor que não necessitam de lubrificação, e a estrutura principal da fuselagem, feita com fibra de vidro de alta resistência a impactos.   

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.

Leia mais