Vaca, pavões e ouriços: 12 cafés em Moscou para quem adora animais

Que tal jantar em família com um carneiro? E o chá das 5 com uma gangue de ouriços? Também há opção de almoço de negócios ao lado de uma vaca. Nada é impossível nesses restaurantes – e tudo com respeito aos bichinhos.

1/ Khachapuri

Socialite, estrela do Instagram, a alma da festa – estamos falando de Tolik, um carneiro dândique se tornou ícone da cadeia de restaurantes de comida georgiana Khachapuri. Como diretor de arte oficial do estabelecimento, tem uma agenda bastante atribulada – dá entrevistas e autógrafos, além de estrelar eventos da moda por toda a cidade. No entanto, ele sempre tem tempo para visitar seus próprios restaurantes – seja para realizar oficinas infantis no fim de semana, posar para fotos com seus fãs, ou dar uma festa de arromba com shots gratuitos e batalhas de rap. Basta verificar o calendário de Tolik no site para garantir um abraço e uma selfie.

2/ Funny Cabany

Este café arejado no estilo de vilarejo oferece comida europeia e toneladas de fofura. Quando a mascote, a adorável miniporca Funny, começa a circular pelo lugar, com seu nariz cheirando os sapatos de todos os clientes e o rabo balançando sem parar como uma hélice de helicóptero, nenhuma criança ou adulto consegue resistir a seu charme. Funcionários de escritórios das redondezas tiram fotos com ela durante o almoço, mães e pais deixam os filhos fazerem, e jovens se esticam para alcançar a porquinha entre um gole e outro de vinho. Funny, porém, prefere seus colegas de trabalho – sobretudo porque sabem exatamente como ela gosta de carinho nas orelhas.

3/ Kavkazskaya Plennitsa

Para mergulhar no verdadeiro ambiente soviético e experimentar a rica culinária da Geórgia, não pense duas vezes – vá ao Kavakazskaya Plennitsa, um restaurante cuja decoração remete à icônica comédia russa “A Prisioneira do Cáucaso” (1967). Enquanto um se seus salões reproduzem as cenas do filme em um cenário antigo, com tapetes pendurados na parede; outro o levará à bela paisagem da Geórgia, com seus autênticos fornos de pedra, tapetes feitos à mão e galinhas vivas cacarejando em uma minicooperativa. Mas não se engane: elas não estão ali apenas por charme, mas colocam ovos como qualquer outra e que podem ser levados diretamente ao seu prato.

4/ Shinok

Para resgatar memórias da infância no campo, “Shinok” é uma boa pedida. Este restaurante no centro recria uma idílica vila ucraniana e possui minifazenda própria. Pavões majestosos descansam em uma árvore; coelhos e galinhas circulam pelo gramado ao lado de uma grande vaca dócil; e uma mulher em trajes ucranianos faz companhia a todos. Para perturbar a paz, há também cabrito travesso Gipsy, que só quer brincar e aporrinha todos na esperança de que alguém também brinque com ele. 

5/ Elargi

Situado entre embaixadas e mansões da cidade velha a 5 minutos a pé da turística Arbat, Elargi é um verdadeiro oásis no coração da capital russa. Com pátio florido e repleto de vegetação, parece menos um restaurante e mais a casa de verão da vovó, portanto, não se surpreenda ao ver alguns clientes de quatro patas. A cabra Lucy e seus colegas coelhinhos moram no jardim e farão seu coração derreter. Não é à toa que empresários bem-vestidos e CEOs ocupadérrimos se veem de repente fazendo carinho e alimentando essas fofuras peludas ao lado de crianças alegres. 

6/ Uzbequistão

Este restaurante não deve nada para um verdadeiro palácio das 1.001 noites: salões de jantar enormes lembram os cenários de Aladdin, com suas pinturas em alto relevo, luzes ornamentadas e móveis bordados – todos feitos à mão pelos melhores mestres de vários cantos da Ásia. As opções de comida são igualmente ricas e abrangem uma ampla variedade de cozinhas, do Oriente Médio à China, embora a especialidade seja, é claro, iguarias uzbeques, incluindo seu exclusivo pilaf. E se o jantar à moda dos sultões não parece suficiente, você encontrará um local perfeito e tranquilo no jardim interno, onde a atração principal fica por conta de dois exuberantes pavões.

7/ Tinatin

Com ambiente acolhedor todo em madeira e decorado com lustres antigos, escadas ornamentadas e varandas esculpidas, tem diversas salões, cantos e refúgios – este restaurante de quatro andares parece ter uma porta escondida para Nárnia.

O cliente é levado em uma viagem culinária a uma terra não menos mágica: a Geórgia, de onde vêm todas as receitas servidas – ou, como diz a proprietária, “diretamente do livro de culinária da vó”. E enquanto estiver babando pelas iguarias caucasianas, não se surpreenda ao ouvir uns sons divertidos; isso porque o sótão é lar de um monte de papagaios brincalhões que animam almoços de negócios e ajudam a quebrar no gelo no primeiro encontro. 

8/ Lucky Lori

Lembra daquela vez que você implorou para sua mamãe lhe dar um porquinho-da-índia? No Lucky Lori, os sonhos do seu filho podem se tornar realidade, pois lá vivem uma série de animais domésticos tradicionais, ou não – um preá, uma chinchila, um hamster e um papagaio, todos bastante amigáveis ​​com os visitantes.

Outra vantagem deste local é que você pode vivenciar o conceito unicamente russo de cafés em que se paga pelo tempo de permanência, e não por comida. Embora o suprimento básico, de chá, café e biscoitos, seja ilimitado, também é possível levar os próprios lanches para uma noite de jogos com os amigos, assistir a filmes em um projetor, ou apenas trabalhar no laptop em um ambiente relaxante.

9/ Ezheminutka

Quem disse que os animais de estimação devem ser macios e fofinhos? Este anticafé optou por uma dúzia de ouriços pigmeus africanos, o que atiça a curiosidade de crianças e adultos. Quando essas criaturas começam a vagar, não há quem resista a seu charme. A visita também pode ajudar a educar os filhos sobre natureza, pois, antes que os visitantes possam brincar com os bichinhos espinhosos, os funcionários os instruem sobre as regras e oferecem orientação depois.

10/ Zaicafe

Um montão dessas fofuras de orelhas compridas esperam por você no Zaycafe, outro espaço em que se paga por minuto; mas atenção, os vários coelhos farão seu tempo voar. É possível acariciar a elegante Hermione, ou escovar Lev Nikolaievitch, ou tirar uma foto com os outros coelhos. E se procura algo além de uma sessão de brincadeiras, o café também realiza palestras e oficinas regulares sobre como cuidar desses animais de estimação. Ah, e, felizmente, os Zaycafe os oferece para adoção.

11/ Owl House

No anticafé Owl House de Moscou, há oito pássaros, da coruja-orelhuda Morty –batizada em homenagem a Lord Voldemort, embora seja muito mais gentil e sem o narigão – até a atrevida coruja-das-neves Sirius, que provavelmente o desafiará em um concurso de gritos. As corujas são adquiridas de criadores, por isso estão bastante habituadas a pessoas. Mas é preciso marcar uma visita com antecedência – isso ajuda o café a limitar o número de convidados e, assim, não estressar os animais. 

12/ Kotiki I Lyudi

Por serem os maiores fãs de felinos do mundo, os russos têm cafés para gatos por todo o país. A maioria leva gatos de abrigos na esperança de serem adotados por uma família amorosa. A ideia parece funcionar – o café mais antigo para gatos em Moscou, Kotiki y Lyudi, encontrou um novo lar para 300 animais de estimação desde que foi inaugurado em 2015 e continua resgatando bichanos das ruas.

Mesmo que você não esteja pronto para ser mãe ou pai de um gato, faça uma sessão terapêutica com direito a carinho e ronrono – eles irão pular no seu colo ou se esticar embaixo da mesa.

LEIA TAMBÉM: Sete animais que existem só na Rússia

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies