8 dicas essenciais para viajar em trens russos

Valery Sharifulin/TASS
Qual é a melhor hora para comprar bilhetes baratos, e o que é possível obter gratuitamente quando estiver a bordo?

1. Como escolher um vagão moderno e confortável

Ainda existem algumas rotas com trens antigos que não têm ar condicionado ou banheiro químico, mas o preço do passagem pode ser tão alto quanto em um trem novo. Para viajar com conforto, ao reservar um bilhete, preste atenção ao código do vagão em cirílico: “3Э” significa um vagão com ar condicionado e banheiro químico; “3T” e “3Д” são vagões com ar condicionado, mas, possivelmente, nenhum banheiro químico; “3У” e “3Л” significa que não há garantia de ar condicionado nem banheiro químico. Se o seu vagão não tiver ar condicionado, é melhor evitar os assentos 9-12, 21-24, 43-44 e 49-50, pois têm janelas de saída de emergência que não abrem.

Entre os vagões-dormitórios, aqueles marcados como “2Э” são considerados os melhores, e o custo da passagem inclui comida, jornais, bem como kit de dormir com chinelos e pasta de dente; porém, nos vagões de dois andares, o kit não está incluído; “2K” é um vagão com ar condicionado e banheiro químico. Porém, em vagões marcados com “2У”, “2Т” e “2Д”, esses serviços não são garantidos.

2. Quando comprar a passagem pelo melhor preço

A maneira mais conveniente de comprar um bilhete é pelo site da Russian Railways (RZD). Quanto mais cedo você comprar a passagem, mais barata será. Para praticamente todos os trens em todo o país (e trens para a Finlândia), é possível comprar a passagem com 90 dias de antecedência – e é assim que se obtém a melhor tarifa. Os bilhetes de trens para outros países podem ser comprados com 60 dias de antecedência, com exceção de Moldávia e Ucrânia (as passagens para estes dois países estarão à venda 45 dias antes do dia da partida). Os descontos para reservas antecipadas podem ser de até 50% no inverno e 30% no verão.

Ao longo do ano, as tarifas mais baixas são entre janeiro e abril e entre outubro e dezembro. Além disso, a RZD geralmente oferece descontos para trens que funcionam em feriados: 31 de dezembro e 1º de janeiro e 8 e 9 de maio. A RZD  muitas vezes oferece bilhetes promocionais, com descontos de 50% para viajar em vagões-dormitórios ou passagens de 100 rublos – cheque a seção “Акции” na versão russa do site da RZD.

LEIA TAMBÉM: 10 suvenires tradicionais da Rússia para levar para casa 

De qualquer forma, se você costuma viajar de trem na Rússia, vale a pena se inscrever na newsletter das Ferrovias Russas para ser o primeiro a saber sobre as tarifas especiais. Também é possível solicitar o Cartão de Bônus RZD, que permite que resgatar pontos a cada bilhete de trem adquirido.

3. Comprar passagem na bilheteria pode sair mais em conta

Alguns descontos estão disponíveis apenas nas bilheterias das estações ferroviárias. Felizmente, é possível comprar qualquer passagem em qualquer estação de trem e não apenas na estação de partida do trem. Durante a semana anterior ou posterior ao seu aniversário, você pode comprar um bilhete com 50% de desconto nos trens Sapsan para si e até três amigos, ou uma passagem com desconto de 35% em trens internacionais. Se a ideia é comprar um bilhete de ida e volta de classe De Luxe para um trem dentro da Rússia, você recebe um desconto de 30%.

4. É mais barato viajar com amigos

Alguns trens oferecem descontos para grupos; por exemplo, para grupos de seis pessoas ou mais, há um desconto entre 20 e 30% em trens internacionais. E para um grupo de quatro pessoas, é possível comprar um bilhete para os serviços do Aeroexpress (trens dos aeroportos para o centro de Moscou) por apenas 950 rublos (o valor padrão para uma pessoa é de 500 rublos).

5. Como obter reembolso

Você pode cancelar um bilhete eletrônico no site oficial da companhia até uma hora antes da partida. Se você cancelar oito horas antes da partida, poderá recuperar o valor total da passagem; para trens internacionais, é preciso fazê-lo 24 horas antes do horário de saída. Se o cancelamento for realizado com menos de oito horas de antecedência, você terá direito ao reembolso sem o custo da reserva de assento, que geralmente é entre um terço e metade do preço da passagem.

Perdeu seu trem? Vá imediatamente para a bilheteria da estação ferroviária. Você terá duas opções: sair em outro trem nas próximas 12 horas, ou obter um reembolso com uma pequena comissão. Se você perdeu seu trem por motivo de doença ou acidente de trânsito, você pode obter reembolso (até metade do preço do bilhete) até cinco dias depois, e, para trens internacionais, até 10 dias depois. O principal é não esquecer de levar um documento comprovante do hospital ou da polícia.

6. Há vários serviços gratuitos a bordo

Nos trens de longa distância, você pode pedir ao atendente dos vagões jogos de tabuleiro para o seu grupo. Normalmente, eles têm damas, xadrez e dominó.

Além disso, você pode pedir uma colher de chá e copos, um kit de costura e remédios – tudo de graça.

LEIA TAMBÉM: Cultura romântica dos trens russos: os suportes de metal para beber chá

Os novos trens VIP possuem micro-ondas e geladeiras para os passageiros, e os vagões-dormitório oferecem chinelos, escovas e pasta de dente. Quanto à água potável, os vagões mais antigos fornecem água quente a partir de um samovar, e os novos trens possuem também coolers.

7. Cuidado com as tomadas

Embora existam tomadas em todos os vagões e compartimentos, a tensão nos trens é instável, e há chances de danificar a bateria do seu telefone ou laptop. É melhor usar uma bateria portátil ou ao menos não deixar o dispositivo na tomada por muito tempo.

8. O direito de fazer uma pausa na jornada

É possível sair em qualquer estação por até 10 dias e depois continuar sua jornada em um trem semelhante. Para fazer isso, é preciso ter sua passagem carimbada na bilheteria da estação dentro de três horas a partir da hora da descida. Quando você decidir embarcar novamente, será necessário remarcar o seu assento na bilheteria, além de pagar (apenas) o custo da reserva do assento. Você será colocado no mesmo tipo de trem e vagão, contanto que haja assentos disponíveis.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies