Os 5 melhores lugares para mergulhar na Rússia

Cavernas, naufrágios e baleias são apenas algumas das atrações marinhas na costa russa. Mas uma coisa é certa: tirando o mergulho no mar Negro, prepare-se para encarar águas bem geladas.

Mar Negro

O mar Negro é um destino-chave para mergulho – aliás, é o principal do país.

Entre 150 e 200 metros abaixo da superfície, não há variedade de vida aquática para observar devido a alta concentração de sulfeto de hidrogênio. A vantagem disso, porém, é que os naufrágios permanecem preservados por muito mais tempo, assim como os aviões da Segunda Guerra Mundial que ali caíram.

Perto da costa da cidade de Novorossisk, existem mais de 20 naufrágios, todos submersos a cerca de 40 metros.

Há uma área de mergulho bem legal perto da aldeia de Olénevka, na Crimeia –  um museu subaquático de bustos dos líderes soviéticos. Embora pobre em flora ou fauna, ver Lênin, Stálin e outros bolcheviques debaixo da água é uma experiência única.

Lago Baikal

Famoso por sua beleza, o Baikal, na Sibéria, é um dos lagos dos mais profundos (1.642 metros), mais antigos e maiores do planeta – concentra 20% de toda a água doce. Oferece mais de 50 locais de mergulho (inclusive no gelo, durante o inverno), além de várias opções para diferentes níveis, de iniciantes a profissionais.

Alta visibilidade e flora e fauna riquíssimas tornam esse destino de mergulho ideal durante o ano todo. Lembre-se, no entanto, de usar roupa de mergulho – a água ali é congelante, girando em torno de 3 a 4°C em junho, e 7 a 10° C em agosto.

Mar Branco

Outro destino congelante que exige roupa própria é o mar Branco – uma massa de água sem litoral no norte da parte europeia da Rússia, e parte do Oceano Ártico. Com ótima visibilidade, é possível observar uma grande diversidade de fauna marinha.

O mergulho no gelo na região pode ser um verdadeiro desafio, mas, com sorte, pode-se encontrar belugas são conhecidas como “canários do mar”. 

Kamtchatka

Um dos pontos de mergulho mais intocados do país, Kamtchatka é também um dos mais interessantes porque oferece a oportunidade de mergulhar em um mundo subaquático único com mais de 350 espécies de peixes, focas, leões marinhos, lontras marinhas, morsas, orcas, e baleias. A Baía Avatchinsky, a Ilha Staritchkov e a Baía Russa são apenas alguns locais de mergulho populares entre os mergulhadores locais.

O clima é imprevisível, e as condições subaquáticas não são diferentes. A temperatura da água pode variar de -2 a 14° C, e a visibilidade nem sempre é ótima, de 6 a 10 metros, em média. Mas ninguém disse que seria fácil – afinal, já é o Oceano Pacífico. 

Gruta Ordinskaya

A maior caverna subaquática na Rússia, Ordinskaya, ou Orda, é também a segunda maior da Eurásia e a maior caverna de gesso subaquática do mundo.

Localizada sob os Urais ocidentais, perto da aldeia de Orda, na região de Perm, é uma verdadeira meca para os entusiastas de mergulho em cavernas.

Os lagos das cavernas cobrem mais de 50.000 metros quadrados, mas apenas 4.600 deles (300 na superfície e mais de 4.000 debaixo d’água) foram pesquisados ​​e estão equipados para mergulho. A água nessa área é excepcionalmente clara, com até 46 metros de visibilidade – graças ao gesso que filtra a água. No entanto, mergulhar ali também é uma experiência bem gelada – a temperatura média é de 4 a 6° C.

Curte turismo com adrenalina? Então conheça essas 10 aventuras para curtir na Rússia, de passear de tanque a assistir a lançamento espacial

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies