O que as mulheres russas não querem de presente

Foto: Getty Images / Fotobank

Foto: Getty Images / Fotobank

Como disse uma personagem “Vicky Cristina Barcelona”, filme de Woody Allen: “eu não sei o que eu quero, mas eu sei o que eu não quero”. As meninas russas talvez tenham vergonha de dizer que querem ganhar de presente um anel ou um par de sapatos, mas sabem exatamente qual presente elas não querem ganhar de um homem. Se excluirmos esses presentes, a metade do sucesso estará garantida.

A Gazeta Russa foi às ruas ouvir o que as russas têm a dizer sobre os mimos que não gostam de receber.

“Uma estatueta decorativa de um sapo verde, parada em pose estranha com os dedos estendidos. Fiquei perdida, e então, pela primeira vez na vida, recusei um presente", conta Anastacía.

Já segundo Victoria, nem todos os presentes simbólicos trazem alegria, mas ao menos ficam nas prateleiras, nem que seja acumulando poeira. “Uma vez me deram uma escultura de um cachorro preto  que me dava até um pouco de medo”, conta ela.

Bichos de pelúcia também devem ser evitados. Apesar de lembrarem bons momentos da infância, em geral esse tipo de presente repete o destino das estatuetas, acumulando pó. Dária diz que eles podem ser dados para uma menina até ela completar 16 anos de idade.

No terceiro lugar dos presentes indesejados ficam os acessórios de cozinha. Por um lado, eles podem ser úteis, mas raramente deixam a mulher alegre, a não ser quando ela própria os pediu.

“Um dia, o meu primeiro marido me deu uma máquina multifuncional para cortar legumes. Fiquei muito surpresa com sua escolha, depois ficamos uma hora cortando figuras diferentes de legumes. Depois de tudo, eu, sem querer, sentei em cima dessa maquina. Felizmente não fiquei ferida, mas desde então a máquina nunca foi mais usada”, conta Natália sorrindo.

As mulheres russas também não gostam receber sabonetes, sais de banho ou toalhas de presente, embora, em geral, aceitem receber um conjunto bonito de roupa de cama. Além disso, é melhor não dar chinelos.

O quinto lugar do ranking é ocupado pelos gadgets. Por um lado, se sua mulher gosta de celulares e você sabe que modelo ela prefere, você pode ignorar esse conselho, mas em geral elas acham esse tipo de lembrança muito prático.

“Eu não gosto quando os homens dão um aparelho ou gadgets. É prático, mas pouco romântico”, diz Julia. “Uma vez eu ganhei de presente um carregador para vários dispositivos eletrônicos. Coisa para turista ou pessoa que faz muitas viagens de negócios. No meu caso, algo extremamente inútil”, diz Anna .

Além disso, as mulheres não ficam muito felizes ao receberem um cartão que permita escolher um presente na loja. O presente é antes de tudo um sinal de atenção  que não  pode ser expressado com esse tipo de certificado. Maia diz que esse tipo de presente soa como um “vá e compre você própria, eu estou com preguiça, não tenho tempo e não quero nem pensar no que você quer receber como presente”.

Uma mulher russa  também não fica muito feliz com roupas como presente, a não seja que você seja seu estilista e saiba todas os seus caprichos.

Muitas perguntas também podem ser provocadas por um bicho como presente. “Um dia meu namorado me deu um hamster. Só que ele nem sabia que estes animais me lembram de algo ruim ​​da minha infância. Eu não quis cuidar daquele bicho”, conta Marina.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.