Um registro íntimo do balé russo

Embora também seja bailarina, Darian Vôlkova adora assumir o lado fotógrafa durante intervalos, ensaios e espetáculos. Veja alguns de seus registros atrás das cortinas.

O balé é cheio de mistérios – e as fotografias de Darian abrem as portas desse universo aos espectadores.

Nas fotos de Darian, as bailarinas parecem ninfas delicadas ou cisnes graciosas que voam sobre o palco. Porém, um olhar mais atento revela que cada um dos movimentos requer esforços incalculáveis.

O balé russo é famoso por sua beleza, plasticidade, elegância e, é claro, sua história centenária.

Bailarina Tamara Cheliákova.

Essas fotografias falam de dor, suor e emoções que os bailarinos levam para o palco, junto com a inspiração e a beleza.

Darian já tirou fotos em teatros estrangeiros e russos, incluindo o famoso Teatro Mariínski e a Academia Vagánova de Balé Russo, ambos em São Petersburgo.

O dia a dia das bailarinas é tomado por ensaios, treinamento e lesões. E tudo isso é escondido dos espectadores.

Essa coleção de fotos foi intitulada “Alma nos pés”. Nelas, Darian registrou pessoas que vivem e respiram balé, que expõem suas almas dançando. Ela não retrata apenas o balé, mas também a história dessas pessoas e seus sentimentos.

Bailarina durante ensaio em um teatro de Viena, na Áustria.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Leia mais