NÃO é assim que as comissárias de bordo se vestiam na URSS

Scott Frank/Netflix, 2020
Graças a Deus, as aeromoças eram muito mais graciosas naquela época.

Os russos adoraram a nova série da Netflix “O Gambito da Rainha” – segundo dados reunidos pelo site local de filmes Kinopoisk, a produção apresenta uma classificação combinada de 8,6, com base em mais de 5 mil votos de usuários. No entanto, um dos poucos momentos que fizeram os espectadores russos se encolherem de vergonha no sofá foi a cena em um avião onde a aeromoça soviética aparece com uma bandeja.

A visão é absolutamente espetacular: na cabeça, ela usa uma mistura estranha de burca e quepe esverdeado das Forças Armadas soviéticas; o avental verde cáqui established sobreposto a dragonas perdidas em uma camisa azul decorada com broche da Aeroflot.

Para que todos os espectadores apreciem o absurdo do figurino e a criatividade dos figurinistas da série, o Russia Beyond resolveu mostrar como era o uniforme na vida real.

Para começar, no início nem havia um uniforme padrão para as aeromoças. Em 5 de maio de 1939, uma moscovita de 20 anos chamada Elsa Gorodetskaia tornou-se oficialmente a primeira comissária de bordo da União Soviética, trabalhando em um voo de Moscou a Asgabate (capital do Turcomenistão, então parte da URSS) .

Gorodetskaia não só não tinha um uniforme específico, como sua função nem mesmo estava oficialmente registrada na Aeroflot. Como ainda não havia aeromoças, a mulher foi registrada como lojista e mencionada como garçonete a bordo. Na época,  Gorodetskaia tinha que abastecer os aviões com talheres e comida sozinha, limpar a cabine da aeronave antes da decolagem e assistir todos os passageiros.

A posição de aeromoça foi oficialmente introduzida alguns meses depois no mesmo ano. No entanto, a Segunda Guerra Mundial interrompeu os voos comerciais em toda a União Soviética, e estes só foram retomados em 1946.

Mesmo após a retomada, ainda não existiu um uniforme padronizado para as aeromoças soviéticas. Havia apenas a recomendação de que as comissárias de bordo observassem a regra geral de “peça superior branca e inferior preta”.

O primeiro uniforme padronizado foi adotado em 1954 e aplicado somente em voos internacionais. O novo uniforme era feito de lã azul de alta qualidade e incluía blusa, saia, jaqueta acinturada, capa de chuva, casaco, chapéu, sapatos, luvas e quepe.

Um novo uniforme cinza e mais elegante apareceu em 1962, apenas para ser substituído por outro em 1967, que foi introduzido em novos voos regulares ligando a URSS ao Japão e aos Estados Unidos.

Uniforme de 1962

Se Beth Harmon fosse uma pessoa real voando dos EUA para Moscou em 1969, sua comissária de bordo teria este look:

Na década de 1970, o uniforme ficou carmesim (tom púrpura), mas o chapéu permaneceu azul.

Aeromoça Nadejda Tkatch

O primeiro uniforme feito exclusivamente para o verão foi lançado em 1971. Mangas curtas eram a principal característica do novo modelo (não ilustrado).

Mais um novo uniforme foi introduzido em 1975 – talvez, o mais vistoso de todos. Um vestido azul com listras brancas era complementado com um chapéu que lembra remotamente o visto em ‘O Gambito da Rainha’ (Clique aqui para ver a foto).

No final da década de 1970, o modelo anterior foi trocado por outro uniforme, não tão chamativo.

Pouco antes dos Jogos Olímpicos da URSS em 1980, as aeromoças soviéticas receberam um uniforme reformulado que lembrava o modelo vistoso de 1975 (Clique aqui para ver a foto).

Um uniforme de verão modernizado também foi introduzido na década de 1980 (Clique aqui para ver a foto).

Em 1986, o uniforme das aeromoças soviéticas foi atualizado pela última vez. Enquanto no inverno elas usavam um vestido azul com lenços e chapéus vermelhos, o uniforme de verão consistia em um vestido azul com elegantes luvas brancas.

LEIA TAMBÉM: Por que os russos aplaudem quando o avião pousa?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies