12 fotos fascinantes da década de 1970 que revelam como eram as relações entre os EUA a URSS

Getty Images; Legion media
Houve muitas tentativas de melhorar as relações entre o mundo capitalista e o socialista nos anos 1970. Mas todos os planos falharam instantaneamente quando os soviéticos interferiram no Afeganistão.

1. Prêmio Nobel a Aleksandr Soljenítsin

Em 8 de outubro de 1970, o escritor Aleksandr Soljenítsin, grande crítico da União Soviética e do comunismo, recebeu o Prêmio Nobel pela "força ética com a qual seguiu as tradições indispensáveis ​​da literatura russa". Depois disso, uma campanha de propaganda anti-Soljenítsin generalizada se iniciou na URSS. Um grupo especial foi montado dentro da KGB para se concentrar exclusivamente em Soljenítsin. Quatro anos depois, o escritor foi expulso do país.

  1. Primeiro veículo espacial na Lua

A URSS falhou na aspiração a enviar o primeiro homem à Lua, mas conseguiu ser a pioneira com robôs. Em 17 de novembro de 1970, o veículo espacial soviético Lunokhod 1 (em português, algo como “luandante”), controlado remotamente, pousou na superfície lunar. Ele foi o primeiro veículo espacial a se mover livremente pela superfície de um objeto astronômico além da Terra, assim como o primeiro veículo com rodas em outro corpo celeste.

  1. Super Série Canadá-URSS

A série Canadá-URSS foi a primeira competição de todos os tempos entre as equipes nacionais de hóquei da URSS e do Canadá (hoje, as grandes rivais e líderes na modalidade). O maior choque para o mundo foi a inesperada vitória soviética (em um 7 a 3) na primeira partida, em Montreal. Oito partidas foram disputadas no total. O Canadá conseguiu vencer quatro vezes, a equipe soviética, três e uma partida terminou empatada.

  1. SALT e ABMT

Em 26 de maio de 1972, as duas superpotências tentaram conter a corrida armamentista e salvar o mundo de um possível apocalipse nuclear. O SALT (Conversações sobre Limites para Armas Estratégicas) e o ABMT (Tratado sobre Mísseis Antibalísticos) visavam a congelar o número de armas nucleares estratégicas nos níveis então existentes e impedir seu desenvolvimento e uso. Esses foram os principais pontos do período, que levaram a um o alívio das tensões da Guerra Fria entre os EUA e a União Soviética.

  1. Construção da BAM

Uma das ferrovias mais longas do mundo, a BAM (Linha Principal Baikal-Amur) foi fundada em 1938, mas sua construção em ampla escala começou apenas em 1974. Todo o país trabalhou nesse “projeto do século”. Hoje, com 4.324 quilômetros de comprimento, a BAM conecta vastos territórios entre o leste da Sibéria e o Extremo Oriente russo.

  1. Soiuz-Apollo

Em 15 de julho de 1975, ocorreu a primeira atracação de naves americanas e soviéticas, conhecida como Projeto de Teste Apollo-Soiuz e “aperto de mãos no espaço”. A missão conjunta tinha objetivos científicos e de propaganda, e se tornou o principal símbolo da política de arrefecimento das tensões.

  1. Acordos de Helsinque

Em 1º de agosto de 1975, 35 países, entre eles os EUA e a URSS, assinaram a declaração na tentativa de melhorar as relações entre o mundo comunista e o capitalista. O acordo reconhecia a inviolabilidade das fronteiras pós-Segunda Guerra Mundial na Europa e pedia às 35 nações signatárias que respeitassem os direitos humanos e liberdades fundamentais do homem e cooperassem na área econômica, científica, humanitária e outras.

  1. Revolta em Storojevoi

Em 9 de novembro de 1975, o capitão de terceiro escalão Valéri Sablin apreendeu a fragata anti-submarina da Frota do Báltico, a Storojevoi, e proclamou o início de uma nova revolução. Ele afirmava que o governo soviético não seguia mais a doutrina de Vladímir Lênin e o país precisava desesperadamente de mudanças radicais. A maioria da tripulação, no entanto, não o apoiava.  Sablin foi preso e executado no ano seguinte.

  1. Filmes ‘cult’ de Tarkóvski

A década de 1970 foi um período altamente produtivo para Andrêi Tarkóvski. Três de seus filmes mais famosos foram lançados naquela década: “Solaris” (1972), “O espelho” (1975) e “Stalker” (1979). Em 1980, o diretor se mudou para a Itália e nunca mais retornou à União Soviética.

10. Primeiro atentado a bomba no metrô de Moscou

Em 1977, o metrô de Moscou sofreu o primeiro ataque terrorista de sua história. A bomba ali instalada levou às mortes de sete pessoas. Três membros do Partido Nacional Unido, uma organização nacionalista armênia, foram considerados culpados e executados.

11. Colisão no ar em Dniprodzerjínsk

Ocorrida em 11 de agosto de 1979, uma colisão no ar entre dois aviões de passageiros nos céus da cidade da Ucrânia soviética de Dniprodzerjínsk está entre as catástrofes aéreas mais mortais de todos os tempos. O acidente foi causado por controladores de ar inexperientes que, por engano, direcionaram dois Tu-134s um para cima do outro. Como resultado da colisão, 178 passageiros e membros da tripulação foram mortos.

  1. Envolvimento soviético no Afeganistão

A princípio, a liderança soviética não tinha intenção de se envolver no conflito civil entre o governo da República Democrática do Afeganistão e os grupos rebeldes de mujahideen. O contingente limitado das forças soviéticas no Afeganistão estava ocupado com a proteção de objetos estratégicos e importantes rotas de transporte.

Mas, a partir da primavera de 1980, a União Soviética entrou em grandes hostilidades ali. O envolvimento soviético no Afeganistão pôs um fim instantaneamente ao período de resfriamento das tensões nas relações EUA-URSS e deu nova vida à Guerra Fria.

 

LEIA TAMBÉM: Como o recém-nascido Estado soviético obteve ajuda capitalista e depois renegou

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies