Série fotográfica revela cotidiano dos Romanov antes da Revolução

Imagens foram registradas ao longo de anos por dama de companhia da imperatriz.

Nikolai 2º com os filhos. Retrato de família no parque

Essas fotografias mostram sem pompa a vida familiar dos Romanov.

Imperador Nikolai 2º

Nicolau 2º governou de 1º de novembro de 1894 até abdicar em 2 de março de 1917.

Grã-duquesas Anastassia e Maria

Tiradas por Anna Vírubova, dama de companhia da imperatriz, essas imagens raras e pessoais do último tsar russo e sua família foram bem preservadas.

Amigo da família e Anna Vírubova

Vírubova era tanto dama de companhia da imperatriz Aleksandra Fiódorovna como sua amiga íntima e autora de memórias.

Tsarévitch Aleksêi e tsar Nikolai 2º na varanda do Palácio de Aleksandr

Ao longo de muitos anos, Anna Vírubova foi a fotógrafa dos Romanov. Sua câmera capturava celebrações e o cotidiano da família.

Imperatriz com as filhas

Os filhos de Nikolai 2º e Aleksandra Fiódorovna – mais especificamente, quatro filhas e um filho – foram criados e educados juntos no Palácio Imperial.

Imperatriz Aleksandra Fiódorovna

Em janeiro de 1904, Anna Vírubova foi nomeada dama de companhia, e sua tarefa consistia em presidir os bailes e as saídas da imperatriz Aleksandra Fiódorovna. Ao tornar-se grande amiga da imperatriz, passou vários anos perto da família real.

Tsarévitch Aleksêi

Nikolai 2º e sua família passavam a maior parte do tempo no Palácio de Aleksandr, em Tsárskoie Selô, ou em Peterhof, ambos os lugares situados muito perto de São Petersburgo. Durante o verão, a família passava as férias em sua residência na Crimeia, no Palácio de Livadia. Além disso, todos os anos o tsar descansava no iate Padrão, navegando por duas semanas pelo Golfo da Finlândia e mar Báltico.

Imperatriz com as filhas Tatiana e Olga e o tsarévitch Aleksêi

Alguns dos álbuns de fotos sobreviveram até os dias hoje e apresentam um retrato fiel da vida da última família real russa.

Tsar Nikolai 2º

O reinado de Nikolai 2º foi marcado tanto pelo desenvolvimento econômico, como por crescentes convulsões sociais. Tanto é que houve revoluções em 1905 e 1917. A Guerra Russo-Japonesa e a 1ª Guerra Mundial também se destacaram no período.

Tsarévitch Aleksêi com sua enfermeira, Aleksandra Tégleva

O único filho homem do imperador sofria de hemofilia, doença que compromete a capacidade do corpo em formar coágulos sanguíneos.

Princesas Tatiana e Olga

Olga era a filha mais velha do casal. “Olga Nikolaevna era extraordinariamente inteligente e capacitada, embora não levasse os estudos a sério e fosse preguiçosa. Ainda que tivesse uma forte ambição, era de uma honestidade inquestionável e de grande retidão, assim como sua mãe”, escreveu Vírubova.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.

LEIA TAMBÉM: Como a doença destruiu a vida do último tsarévitch russo

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies