Considerado ‘ousado’, bíquini saiu do armário na URSS dos anos 70

Difundido no Ocidente nos anos 1960 por ícones femininos como Brigitte Bardot e Marilyn Monroe, traje de banho enfrentou a moral e ganhou as praias e passarelas da União Soviética na década seguinte.

Participantes do concurso de beleza Miss URSS 1989

O primeiro concurso de Miss URSS foi realizado em Moscou em 1989.

Garota em praia de Odessa, 1971

A moral sexual da URSS era bastante rigorosa.

Banho de sol em praia na Crimeia, 1975

Em 1986, durante o programa de televisão Telemost Leningrad-Boston, uma russa declarou: “Não há sexo na União Soviética”. A frase virou muito popular, mas tratava-se de um mal-entendido – ela quis dizer que não havia sexo na televisão.

Nascida em Perm, Ekaterina Mescheriakova foi vencedora do concurso de beleza Miss URSS em 1989

Os ideais de beleza feminina variam de uma época para outra.

O tipo ideal de mulher na União Soviética da década de 1930 era muito diferente do de hoje. As mudanças na situação política deram origem a novas figuras e ideais.

Tenista soviética Marina Króchina estudando para os exames do instituto, 1976

Os concursos de beleza na URSS deixaram de existir logo após o início da Segunda Guerra Mundial e não foram realizados novamente até a perestroika. 

Praia de Odessa, 1971
Campeã mundial de esqui aquático Natália Rumiatseva, 1985
Praia de Sochi, 1970

Como se vê, a tão falada beleza russa não é novidade.

Reunião de jovens da URSS e da França, 1984
Celebração do Dia de Netuno em Sebastópol, 1985
Festa no centro de exposições VDNKh, 1981

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.

VEJA TAMBÉM: Dez sex-symbols das mulheres soviéticas

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies