Como era ser uma garota de 10 anos na Rússia há um século?

O que pode nos parecer uma busca pela sobrevivência hoje era padrão naquela época.

O que pode nos parecer uma busca pela sobrevivência hoje era padrão naquela época.

Ivan Kulikov/ Wikipedia
Se você acha que está tendo um dia ruim porque o entregador de comida demorou, alguém pisou no seu pé no metrô ou derramou café na sua roupa, um colega foi grosso com você... Jogue as mãos para o alto e agradeça por não ser uma criança no interior da Rússia há um século atrás!

Suas mãos estão vermelhas e entorpecidas de lavar as roupas no rio durante o inverno. Ao mesmo tempo, uma criança chora dentro de casa. Três outras, que já sabem andar, fogem para todos os lados. Seria bom alimentá-las, mas para isso você precisa primeiro limpar as panelas, acender o fogão e, só então, preparar algo.

Não, este não é o dia típico de uma mãe em uma família grande. Esta é a terrível vida de uma menina de dez anos em uma aldeia russa há 100 anos, quando o trabalho infantil não era considerado exploração e a noção de “infância” não englobava esta idade.

O que nos parece uma dolorosa busca pela sobrevivência hoje era o cotidiano padrão naquela época.

Encontrando o caminho na floresta

Enquanto hoje não deixaríamos que nossos filhos fossem sozinhos a lugares ermos (mesmo com um GPS), no passado esta era uma prática comum.

A floresta densa oferecia uma existência despreocupada à família.As crianças eram mandadas para lá para colherem frutas silvestres, cogumelos, ervas e gravetos.

Elas tinham que aprender como percorrer sozinhas florestas e campos.

Ordenhando uma vaca ou uma cabra

Tudo começava a partir dos cuidados com as galinhas e se desenrolava pouco a pouco. Aos dez anos, uma garota já tinha "idade o suficiente" para lidar com uma vaca ou cabra.

Ela as ordenhava e depois enviava para o pasto. Isso exigia que ela se levantasse às cinco da manhã. No entanto, isso era o máximo que ela poderia fazer quando se tratava de gado.

Os trabalhos de limpeza do estrume, lavagem e pastoreio de animais só eram confiados a meninos.

Bater manteiga

Hoje, com a ajuda de um mixer, esse processo leva apenas entre 10 e 15 minutos.

Naquela época, porém, levava cerca de três horas. Fisicamente, suportar todo o processo de bater a manteiga apenas com uma colher de madeira era uma tortura, então todos se revezavam em turnos - bem, pelo menos todas as mulheres e meninas da família.

Lavar roupas no rio

Todo mundo adora nadar no rio durante o verão – pelo menos na Rússia -, e mesmo que você precise lavar roupa, é muito divertido nesta época.

Mas, durante o inverno, já é outra história. O frio é constante no país dura pelo menos seis meses do ano.

As pobres garotinhas eram mandadas para lavar a roupa suja da família e depois pendurá-la com as mãos vermelhas inchadas.

Não tinha a menor graça.

Isca de pesca

Este era outro item na lista de habilidades que as soldadas de saias eram forçadas a dominar.

Uma garota de dez anos sabia que tinha que cavar e encontrar minhocas para a pesca.

Sentar ao tear

Acreditava-se que uma menina deveria juntar economias para fazer seu dote sozinha, e ela começava esse processo a partir dos dez anos de idade, aproximadamente.

Desta forma, ela tinha a oportunidade de ter acumulado uma impressionante arca com seu dote para quando chegasse o casamento, e assim ter seu status de boa noiva.

Todo o tecido para roupas de cama e banho, toalhas e outros era feito à mão.

Com a idade de sete anos, ela podia pentear habilmente o linho, girar os fios e enrolá-los em carretéis de bétula.

Aos dez, podia trabalhar em um tear e fazer cintos ou toalhas bordadas.

Via de regra, todas as mulheres da família trabalhavam com isso durante o inverno, quando não havia trabalho no campo.

Olhar as crianças

O que se pode afirmar com certeza é que, nos velhos tempos, até as crianças estavam preparadas para a paternidade, porque a tarefa cuidar dos irmãos mais novos caía nos ombros dos mais velhos, mesmo que eles tivessem apenas alguns anos de diferença.

Por exemplo, quando todos os adultos estavam trabalhando nos campos, alguém tinha que cuidar das crianças.

Em muitas famílias, uma garota de dez anos alimentava um bebê com um rojok (uma garrafa caseira feita com chifre de vaca ou carneiro) e fazia uma chupeta de pão mastigado com um pedacinho de pano.

Às vezes, as meninas também trabalhavam como babá para outras famílias.

Varrer e lavar o chão, limpar bancos e sacudir tapetes

Manter a casa em ordem também era muito importante. As meninas eram ensinadas a limpar desde muito cedo.

Fazer a cama, sacudir a roupa de cama, varrer o chão, lavar e limpar os bancos era parte de suas vidas...

Você sabia que as russas colocam os bebês para tomar uma brisa a 10 graus Celsius negativos na varanda? Então leia “8 tendências e tradições das mamães russas”.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies