Palácio de Inverno é iluminado de vermelho em memória à Revolução de 1917

Aleksandr Galperin/RIA Novosti
Na noite de quarta (25) para quinta passada (26), o Museu Hermitage ganhou nova cor para relembrar o movimento ocorrido ali 100 anos antes.

Na noite da última quarta-feira (25), os moradores de São Petersburgo testemunharam um espetáculo incomum: o Hermitage, o museu mais importante da cidade, voltou foi iluminado de vermelho, como na época da Revolução de 1917.

Os organizadores da celebração também reiniciaram o relógio na sala de jantar Branca, que foi interrompido durante o movimento às 2h10 da manhã do fatídico dia – foi neste exato minuto, há 100 anos, que soldados e marinheiros bolcheviques tomaram o edifício e prenderam as figuras restantes do governo imperial.

Como parte dos eventos comemorativos, o Museu Hermitage inaugurou ainda uma exposição dedicada ao aniversário da Revolução de 1917 (em cartaz até 2 de fevereiro de 1918) e organizou uma extravaganza musical e lírica na Praça do Palácio.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies