Neste dia: Rússia, Áustria e Prússia criavam a Santa Aliança

Ilustração retrata Congresso de Verona, que teve a participação da Santa Aliança e Reino Unido, em 1822

Ilustração retrata Congresso de Verona, que teve a participação da Santa Aliança e Reino Unido, em 1822

Mary Evans Picture Library/Global Look Press
Objetivo principal da união era restringir o liberalismo e o secularismo na Europa.

A Santa Aliança foi um acordo político criado em 1815 entre Rússia, Áustria e Prússia, após a queda do Primeiro Império Francês. Em 26 de setembro, o tsar russo Aleksandr 1º, o imperador austríaco Franz 1º e o rei prussiano Frederick William 3º selaram o tratado da Santa Aliança, em Paris.

A França entrou para o grupo em novembro, e, mais tarde, a aliança reuniu todas as monarquias europeias, exceto Reino Unido e Turquia.

Entre os objetivos práticos do acordo estavam a manutenção das fronteiras do pós-guerra na Europa, na sequência das devastadoras Guerras Revolucionárias Francesas, e o policiamento de rebeliões importantes antes que ganhassem ímpeto.

Os movimentos revolucionários na Espanha (1820 a 1823), Nápoles (1820 a 1821), Piemonte (1821) e Grécia (1821) foram todos derrubados. No entanto, os desentendimentos entre os membros da Aliança tornaram-se tão significativos (especialmente em relação à interferência em assuntos internos de outros países) que a união foi abolida na década de 1830.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Leia mais