Venezuela e Rússia lançam 77 voos fretados de Moscou para Ilha Margarita

Martha Dominguez de Gouveia/Unsplash
Agência de viagens russa Pegas Touristik assinou um acordo com o Ministério do Turismo venezuelano para a realização de voos fretados.

A Venezuela planeja receber um total de 77 voos fretados para a Ilha Margarita no âmbito do acordo firmado com a agência de viagens russa Pegas Touristik. O anúncio foi feito pelo embaixador da Venezuela em Moscou, Carlos Rafael Faría Tortosa, em entrevista à agência Tass.

Segundo o diplomata, a Pegas Touristik assinou um acordo com o Ministério do Turismo da Venezuela para a realização de voos exclusivos para a Ilha Margarita, localizada no Mar do Caribe. “Já foram feitos dois voos. Estes dois voos chegaram cheios à Ilha Margarita: o avião desta rota pode transportar 440 passageiros. O primeiro voo teve 437 passageiros, e o segundo 440. São 77 voos programados, duas vezes por semana”, disse Tortosa.

O embaixador lembrou ainda que, em maio passado, a companhia aérea venezuelana Conviasa realizou o primeiro voo comercial de Moscou a Caracas. “Os voos são realizados uma vez a cada quinze dias. Vemos um afluxo de pessoas que querem vir para a Venezuela para fins turísticos. Também há venezuelanos que moram na Rússia e russos que trabalham na Venezuela”, acrescentou. “É uma oportunidade única de viajar de e para a Venezuela com segurança e diretamente.”

O grupo federal de trabalho sobre o coronavírus decidiu retomar formalmente as conexões aéreas entre a Rússia e diversos países, incluindo a Venezuela, em 1º de abril deste ano. Antes da pandemia, não havia voos diretos entre Caracas e Moscou.

LEIA TAMBÉM: O que a América Latina acha da Sputnik V?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies