Vacina russa Sputnik V será produzida no Peru

Vladislav Vodnev/Sputnik
País sul-americano construirá fábrica especial para produção do imunizante russo contra covid-19.

Na última segunda-feira (6 de setembro), o presidente peruano Pedro Castillo declarou que seu governo chegou a um acordo com a Rússia para construir uma fábrica e produzir a vacina russa contra o coronavírus Sputnik V no país, segundo a agência de notícias russa Interfax.

“Como resultado das negociações entre o governo peruano e o governo russo, foi coordenada a construção de uma fábrica de produção de vacinas Sputnik no país”, disse Castillo.

Em julho deste ano, o governo peruano também assinou um acordo para a compra de 20 milhões de doses da vacina russa.

O Peru é um dos países latino-americanos mais afetados pela pandemia do coronavírus. Segundo a Interfax, os hospitais do país não conseguem combater a pandemia devido à escassez de oxigênio médico necessário para tratar casos graves da doença.

LEIA TAMBÉM: Apple Watches, apartamentos e carros: o que mais a Rússia oferece para quem se vacina?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies