Secretário do governo de Veracruz, no México, sobrevive a acidente em um Mi-17 russo

Vídeos feitos por testemunhas registram exato momento da queda. Além do secretário, outras três pessoas apresentaram ferimentos leves.

Um helicóptero Mi-17 pertencente à Marinha mexicana, no qual estavam a bordo 20 pessoas, incluindo o secretário de governo de Veracruz, Éric Cisneros, sofreu um acidente na última quarta-feira (25) sobre as áreas afetadas pelo furacão Grace no estado mexicano de Hidalgo. 

Segundo o governador de Veracruz, Cuitláhuac García Jiménez, o acidente ocorreu durante o trajeto do helicóptero para chegar a pontos inacessíveis no baixo Huasteca.

O secretário de governo apresenta ferimentos leves, mas passa bem. Além dele, outras três pessoas ficaram feridas e foram levadas para a Clínica Santa María, no município vizinho de Tulancingo, Hidalgo, para receberem atendimento médico.

Em imagens de vídeo feitas por testemunhas, observa-se que o veículo tenta pousar com mau tempo e céu nublado, enquanto bamboleia desviando de cabos de energia elétrica até cair, quebrando a cauda e as hélices do rotor superior ao atingir o solo.

Este é o terceiro acidente de um Mi-17 do Exército mexicano desde outubro de 2018. No primeiro incidente, o helicóptero caiu no mar, com a morte de um membro da tripulação. Sete meses depois, outro Mi-17 caiu durante o combate a incêndios, matando sete pessoas.

Os motivos da recente queda ainda serão esclarecidos.

Mi-17 mexicanos

Um dos helicópteros mais usados ​​do mundo, o Mi-17 é um bimotor capaz de transportar foguetes e mísseis guiados antitanque. A Força Aérea Mexicana adquiriu 24 Mi-17-1Vs, numerados de 1701 a 1724, dos quais 20 permanecem em serviço. A Marinha mexicana possui 25 Mi-17s, enquanto a Polícia Federal Preventiva opera quatro modelos Mi-17-1V.

Alguns dos exemplares adquiridos pela Marinha mexicana deram apoio às tropas do Exército mexicano no conflito de Chiapas. Além disso, esses helicópteros participam de operações especiais contra o narcotráfico. Os Mi-17 fizeram parte, por exemplo, do contingente usado na transferência de “El Chapo” Guzmán para a prisão de segurança máxima de Altiplano.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies