Rússia confirma 14 casos da variante indiana do coronavírus

Reuters
Número real pode ser maior, diz epidemiologista.

Pelo menos 14 casos da variante indiana do coronavírus foram registrados na Rússia até o momento. A informação foi confirmada a repórteres nesta segunda-feira (24) pelo vice-diretor do Instituto Central de Pesquisa Epidemiológica (ICPE), Aleksandr Gorelov.

"Quatorze casos da cepa indiana do coronavírus foram oficialmente confirmados na Rússia, mas o número real pode ser maior", disse Gorelov.

De acordo com a diretora do Rospotrebnadzor (Serviço Federal Russo de Supervisão da Proteção dos Direitos do Consumidor e Bem Estar Humano, ao qual o ICPE pertence), Anna Popova, embora a variante indiana tenha sido detectada na Rússia, o "país não registrou a mutação mais perigosa encontrada na Índia".

O Ministério da Saúde indiano anunciou no final de março a descoberta no país de uma nova cepa de coronavírus com presença das mutações E484Q e L452R na proteína S. Segundo outros relatórios, tais mutações são detectadas em cerca de 15-20% das amostras, mas não estão presentes nas cepas britânica, sul-africana e brasileira.

LEIA TAMBÉM: Por que poucos russos se vacinaram contra o coronavírus?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies