Rússia ultrapassa marca de 20.000 novos casos diários pela 1ª vez desde início da pandemia

Reuters
Moscou segue na liderança em número de casos no país. Apesar do recorde negativo, também foi registrado aumento no número de recuperados.

A Rússia anunciou nesta sexta-feira (6) o registro de 20.582 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas. Este é o maior aumento diário no país desde o início da pandemia. O número de pessoas infectadas totaliza agora 1.733.440, de acordo com a sede de operações de coronavírus.

Em termos relativos, segundo o órgão, o aumento foi de 1,2%.

Ao longo do último dia, foram registrados 6253 novos casos em Moscou; 1.171 em São Petersburgo –também recorde desde o início da pandemia; 605 na região de Moscou; 431 na região de Níjni Novgorod; 369 em Arkhanguelsk, e 317 na região de Krasnodar.

No total, 407.429 pessoas estão com covid-19 na Federação Russa.

O país registrou 378 mortes nas últimas 24 horas, contra 292 no dia anterior. Um total de 29.887 pessoas morreram em decorrência de complicações da doença.

O número de recuperados (16.955), porém, também foi o maior desde o início da pandemia. No total, 1.296.124 pessoas foram curadas no país, o equivalente a 74,8% do total de infectados.

LEIA TAMBÉM: Argentina receberá vacina russa Sputnik V, segundo Fernández

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies