Estrangeiros ‘presos’ na Rússia por pandemia poderão permanecer mais três meses no país

Bai Xueqi/XinHua/Global Look Press
Prazo, que já havia sido renovado em junho, foi estendido até 15 de dezembro.

Estrangeiros cuja autorização de residência na Rússia já havia expirado, mas que ficaram presos no país devido à pandemia, podem agora permanecer mais três meses em território russo, de acordo com um decreto assinado pelo presidente Vladimir Putin. O texto da lei foi publicado no site do governo na semana passada.

Na prática, a medida envolve a extensão das autorizações de residência e a suspensão da expulsão de estrangeiros do território russo.

Além disso, se houver a possibilidade de retornar ao país de origem, os estrangeiros podem cruzar a fronteira sem penalidades pelo vencimento dos documentos.

LEIA TAMBÉM: Rússia facilita emissão de visto para quem tem familiares russos

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies