Rússia envia aviões com equipes de resgate e equipamentos para Beirute

Musa Salgereev/Sputnik
Mais de 100 equipes especialistas e médicos russos já chegaram ao Líbano.

Uma aeronave Iliushin Il-76 do Ministério para Situações de Emergências russo partiu para Beirute, no Líbano, nesta quinta (6), transportando especialistas da pasta.

“Um avião Il-76, que voltou do Líbano na noite anterior, partiu novamente para Beirute, transportando equipes de resgate do grupo Centrospas e equipamentos especiais", disse um porta-voz do ministério ao TASS.

Este é o quarto voo com destino ao Líbano para ajudar o país a lidar com as consequências da explosão ocorrida na última terça (4). No total, mais de 100 equipes de resgate e médicos russos já chegaram a Beirute.

Além disso, a Rússia entregou um hospital improvisado com 50 leitos que será implantado no Estádio Rafic Hariri, em Beirute.

A explosão atingiu a área portuária da capital libanesa em 4 de agosto. As ondas de choque destruíram e danificaram dezenas de prédios e carros no local e entornos.

Autoridades do país afirmam que a explosão foi causada pela detonação de 2.700 toneladas de nitrato de amônio, apreendidas por funcionários da alfândega em 2014.

De acordo com os dados mais recentes, o incidente deixou 137 mortos e cerca de 5.000 feridos; há outras dezenas de desaparecido. O governo local declarou estado de emergência por duas semanas em Beirute.

LEIA TAMBÉM: Por que o Exército russo ainda usa antigos hidroaviões soviéticos

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies