Huawei usa imagem de avião de ataque soviético Il-2 como símbolo de resistência aos EUA

Captura de tela do Twitter
“Sem cicatrizes, não teremos pele resistente nem músculos fortes. Os heróis sempre enfrentaram adversidades”, lê-se no pôster divulgado pela empresa chinesa.

Um pôster da gigante de dispositivos eletrônicos Huawei, com o objetivo de demonstrar a resistência da empresa à pressão americana, está circulando na internet.

No cartaz há uma aeronave de ataque soviética Il-2, que, embora perfurado por projéteis, ainda segue voando. Abaixo da imagem, lê-se: “Sem cicatrizes, não teremos pele resistente nem músculos fortes. Os heróis sempre enfrentaram adversidades”.

Este, porém, é o pôster que será distribuído no mercado interno da China. Para o norte-americano, o slogan é diferente: “Não nascemos heróis, mas nos os tornamos”.

A resistência do Il-2 Shturmovik durante a Grande Guerra Patriótica, como é conhecida a Segunda Guerra Mundial na Rússia, tornou-se uma lenda. Esses aviões eram capazes retornar à base com dezenas de furos nas asas e na fuselagem. Durante a noite, os técnicos os retocavam, e pela manhã o avião de ataque retornava à batalha.

O segredo da indestrutibilidade do Il-2 estava na cápsula blindada que protegia áreas vitais do veículo: a cabine, o motor e os tanques de gasolina.

As asas feitas de duralumínios, e a cauda, de madeira compensada, podiam ser atacadas incessantemente, sem que fosse possível destruir o avião por completo.

Além disso, graças ao trem de pouso não totalmente retrátil e ao revestimento blindado, Il-2 poderia pousar “de barriga”.

LEIA TAMBÉM: Ilyushin Il-2 e seu suporte aéreo incondicional

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies