Médico-chefe do hospital de Moscou para pacientes com coronavírus é diagnosticado com covid-19

AP
Profissional de saúde se encontrou com Putin na semana passada, em visita do presidente a clínica. Kremlin se pronunciou sobre o caso e disse que está “tudo bem” com o líder russo.

O médico-chefe do hospital para pacientes com coronavírus em Kommunarka, na região de Moscou, Denis Protsenko foi infectado com o novo coronavírus, informou o canal de notícias Rossiya-24 nesta terça-feira (31)

“Meus queridos amigos, aprecio muito vossa preocupação. De fato, testei positivo para o coronavírus, mas me sinto bem. Eu me autoisolei no meu consultório, onde tenho tudo o que preciso para me comunicar”, publicou Protsenko no Facebook.

O profissional acrescentou que o trabalho árduo ao longo do mês passado deve ter diminuído sua resistência à infecção.

A Rússia registra 2.337 casos de coronavírus até o momento; desse total, 121 pacientes já se recuperaram e 17 morreram. Moscou, com 1.613 casos, é responsável pela maioria dos registros no país.

O governo russo criou uma linha direta na internet para manter a população informada sobre a situação do coronavírus.

“Tudo bem com Putin”

Na semana passada, Vladimir Putin se encontrou com Protsenko, durante a visita do presidente russo ao hospital de pacientes com o novo coronavírus.

Após o anúncio da infecção do médico, o porta-voz do Kremlin, Dmítri Peskov, garantiu que Putin realiza testes com regularidade e que está “tudo bem” com ele.

“Ele [o presidente] é testado [para o novo coronavírus] regularmente. Está tudo bem”, disse Peskov à agência RIA Novosti, ao comentar o post de Protsenko.

LEIA TAMBÉM: Putin visita hospital em Moscou para pacientes diagnosticados com covid-19 

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies